São Joaquim: Maçã a centavos gera protesto

0
198

Sabem o que a maioria dessas pessoas têm em comum?

Direta ou indiretamente elas têm a renda ligada à produção de maçã. Porém, se no ano passado o mercado correspondeu, neste ano o setor convive com a crise do preço baixo ofertado ao fruticultor.

Por causa do valor de miséria ofertado ao produtor, muitos aproveitaram o feriado do Dia do Município para ir à praça pública em São Joaquim. A praça Cezário Amarante lotou com famílias de produtores e comunidade, apoiando o grito contra o atravessador que paga o preço lá embaixo pela melhor maçã do Brasil.

PARA VOCÊ ENTENDER A

MATEMÁTICA DA MAÇÃ

Ano passado o produtor recebeu até mais de R$ 3,00 o quilo da maçã no pomar. O valor não foi lá essas coisas, mas suficiente para bancar os custos e se ter alguma sobra para quitar empréstimos e manter o fruticultor capitalizado para a safra seguinte. Neste ano, o comprador está ofertando valor que oscila entre 93 centavos e R$ 1,02 o quilo. E basta uma espiadinha no supermercado para ver a mesma fruta sendo vendida a R$ 5,00 e até R$ 8,00 o quilo. É essa discrepância que gera o repúdio dos produtores.

REFLEXO NA ECONOMIA

Embora tenha se diversificado com o crescimento da produção de vinhos e outros setores, a economia de São Joaquim tem estreita ligação com a produção de maçã. Se a safra é vendida a preço lá embaixo, o município passa um ano com dificuldades porque o dinheiro gira em quantidade menor. E isso repercute nas concessionárias de veículos, lojas de insumos agrícolas e até no comércio.

Não sem razão a própria CDL de São Joaquim reforça o apoio aos produtores de maçã porque uma safra com preço baixo repercute também para o setor do comércio no município

O QUE DIZ O GOVERNO?

Falando com Daniel Goulart na Rádio Clube FM, que tocou no assunto com o governador Pinho Moreira, ele passou a impressão que desconhecia o problema. “Vou falar com o Secretário de Agricultura e dou um retorno sobre esse assunto, Daniel”, disse o governador de Santa Catarina. Ele disse que recebeu relato sobre a safra de alho, cebola e até banana no Estado, mas que não tinha ainda informações sobre a questão da maçã.

 

CONSTRUTORA TERRA ENGENHARIA 

APRESENTA EM LAGES

Obra em andamento na Avenida Papa João XXIII, distante 500 metros do Centro. Maiores informações ligue (49) 3226 2327. Ou acesso o portal da Terra clicando aqui!

Compartilhar a matéria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here