Berneck: Perícia aponta total pelo terreno

0
77

No post anterior fizemos referência apenas a avaliação das terras, considerando valores apontados na perícia técnica elaborada a partir de decisão judicial. Mas documentos periciais apontam a totalidade dos valores considerando não apenas as terras, mas também as 79.380 árvores de pinus taeda que estão plantadas sobre o espaço que se destinará à Berneck.

TEMOS OS SEGUINTES VALORES

A família proprietária da área apresentou avaliação pedindo R$ 11,19 m² da terra. A análise técnica do perito João Messias Correa apontou valor de R$ 5,15 m². Com isso, o referido valor multiplicado pelos 566.425m² de área indicou montante de R$ 2.920.063,05. Já pela floresta de pinus se chegou ao valor de R$ 7,08 por unidade que multiplicado pelas 79.380 árvores, obteve-se o montante de R$ 562.546,88. No somatório de terra e floresta, o valor da avaliação foi de R$ 3.497.075,03.

DIFERENÇA ENTRE AS AVALIAÇÕES

Como se observa, são três as avaliações constantes:

Aquela da prefeitura que ofereceu à família R$ 2.590.000,00 pela terra e árvores, a outra avaliação da família que solicitou R$ 6.458.100,00 e essa oficial protocolada no processo de R$ 3.497.075,03. A prefeitura terá que pagar, portanto, caso a família concorde com aquilo avaliado, um montante de R$ 947.075,03 a mais.

Aqui o conteúdo da avaliação pericial constante do processo e que foi protocolado na sexta-feira, cujas partes (prefeitura e donos da área) têm 15 dias para se manifestar se concordam ou não.

P.S.

Aqui tem mais informações sobre o desdobramento dessa questão judicial que envolve a desapropriação da área para a Berneck.

Compartilhar a matéria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here