Voo Lages: Vistoria do Cindacta tem data

1
169

Empresário Juliano Chiodelli que, além de vice-presidente da Acil integra o staff da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Sustentável, tem se dedicado também para ajudar a superar a problemática dos voos por instrumento no aeroporto de Lages.

ASSIM

Ele esteve em Curitiba acompanhando a reunião no Cindacta II e hoje confirmou que a ANAC fez vistorias no aeroporto, sendo que a análise técnica apontou que está tudo certo. Chiodelli ainda informa que na quarta-feira, 23, será a vez do tira teima final dos técnicos do Cindacta que têm vistoria programada para Lages.

POUSO VIRA

BOLSA DE APOSTAS

Enquanto persiste essa insegurança sobre pouso ou não das aeronaves da Azul Linhas Aéreas, curiosos e aqueles que entendem um pouco mais do assunto, monitoram através de portais especializados a aproximação do avião que faz o trecho Campinas a Lages. É que dependendo da condição do tempo, o pouso em Lages é abortado, com a aeronave seguindo para o litoral, resultando naquele transtorno a passageiros que chegam ou que querem embarcar rumo a São Paulo.

Este monitoramento, por exemplo, foi compartilhado pelo Pedro Valderas, inclusive observando que quase que o piloto optou por desembarcar no Aeroporto de Correia Pinto (Sulfurosas) já que sobrevoou naqueles lados. Mas apesar do tempo feio e fechado da tarde de sexta-feira, houve teto e a aeronave da Azul pouso nas terras das lajens!

Compartilhar a matéria

1 COMENTÁRIO

  1. Nem passou pela cabeça do piloto pousar no Elefantão das Sulfurosas.
    Primeiro porque também não haveria visibilidade para pouso visual. E, segundo, porque não há estrutura da empresa naquele local.
    Na imagem pode ser visto que a aeronave estava realizando órbitas enquanto aguardava melhores condições para pouso em Lages. Estas órbitas foram realizadas sobre fixo [Alan] que fica nas proximidades de Correia Pinto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here