Crime Organizado: Moro palestrou em SC

0
311

Ministros Luís Roberto Barroso (STF), Rogério Schietti cruz (STJ) e o juiz federal Sérgio Moro foram os destaques desta segunda-feira, 25, durante o seminário Desafios do Sistema de Justiça frente ao Crime Organizado.

MORO ABRIU A SÉRIE DE PALESTRAS

Olhos e ouvidos se voltaram às palavras do Juiz Federal que fez um relato da operação Lava Jato que, em números, contabiliza 157 condenações em 33 processos abertos. Moro observou que é indispensável a existência das chamadas provas robustas para autorizar prisões preventivas e demonstrou confiança na sequência da referida operação.

Juiz Federal Sérgio Moro na abertura do seminário ao lado do presidente do TJ/SC, desembargador Rodrigo Colaço. O magistrado federal destacou a atuação de catarinenses como o desembargador Newton Trisotto (STJ) e o ministro Teori Zavascki, que chamou de um gigante do STF.

O SÉRGIO MORO DE LAGES É…

Colega que acompanhou a série de palestras voltada para Magistrados, Desembargadores, Promotores e Procuradores de Justiça, estudantes e demais operadores de direito, apontou que nos bastidores se falou a respeito da atuação firme do Ministério Público de Lages. E uma frase ele registra:

“O Sérgio Moro de Lages não é juiz (em que pese o excelente trabalho de todos os magistrados que atuam na Comarca). Mas o Moro daí é Promotor de Justiça e se chama Jean Pierre Campos. Pode escrever isso que os entendedores, entenderão”.

Absolutamente arredio à badalação em meios de comunicação, nos bastidores jurídicos o Promotor de Justiça Jean Pierre Campos tem reconhecimento pelo trabalho desenvolvido no Ministério Público ‘pelo conjunto da obra’.

Compartilhar a matéria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here