Timber by EMSIEN-3 LTD
Obras

1 685

Agora vai. Aberta na primeira semana de maio, foi concluída ainda dentro do mês a licitação para a escolha da empresa que irá fazer terraplanagem, drenagem, sinalização (da obra e definitiva) e o asfaltamento do acesso ao Condomínio Ponte Grande (fundos do bairro da Várzea). A licitação envolveu várias empresas e foi vencida pela Focus Serviços, que passa a ser a responsável pelo trabalho. A obra custará R$ 699.207,85.

A obra vai permitir o acesso ás casas construídas nas proximidades da linha férrea e que abrigará famílias realocadas e que atualmente vivem em residências bancadas pelo aluguel social, previsto no projeto do Complexo Ponte Grande


ESSA LICITAÇÃO É PARA A

AVENIDA PONTE GRANDE?

Na verdade é a chamada ‘etapa zero’ – a primeira na retomada das obras na Avenida Ponte Grande, que compreende todo um complexo de ações. Essa etapa permitirá a implantação de acessos e melhorias ao condomínio que abrigará as famílias que foram deslocadas de áreas por onde passará a futura avenida (que por sinal se chama Casemiro Colombo). Feita essa etapa, as famílias poderão ocupar as casinhas geminadas que foram construídas na área.

A parte – digamos – principal da obra da Avenida Ponte Grande fica para outras etapas. Mas essa obra licitada e com empresa definida é a primeira etapa da retomada dos trabalhos.

0 324

Embora do alto o Calçadão pareça essa praça à espera de tratamento melhor, é de perto que se visualiza o quanto que a área de maior número de passagem de pessoas de Lages está abandonada…

Esse é um retrato da ‘parte terrestre’ da principal praça de Lages que virou essa colcha de retalhos à espera das transformações que não chegam!


PREOCUPAÇÃO I

No release enviado pela Secom do Paço consta o rol de vias públicas inclusas na revitalização do Centro. E ali não está o Calçadão Túlio Fiuza de Carvalho. Será que o calçadão novo foi ‘desincluído’ do projeto? Um calçadão revitalizado e o outro descuidado seria como vestir uma calça com uma perna de veludo e a outra em frangalhos!


PREOCUPAÇÃO II

Internauta Gilberto Machry, de olho no noticiário das obras de revitalização do Calçadão pondera:

“Espero que a estrutura da policia não fique no meio da praça e sim num canto bem escondido. É um trambolho inserido na praça, feio e sem qualquer utilidade. Esperamos uma área coberta com bares, restaurantes, tudo bem organizado e nada de casinhas de pipoca, cachorro quente, sorvete, revista, etc. Vamos limpar a praça e fazer algo bonito, se não souber fazer pode copiar de Gramado/RS que é bem simples, mas muito bom”.

3 4416

Quase que quinzenalmente um veículo em excesso de velocidade não vence a curva no final da Avenida Presidente Vargas ao desembocar na Rua Correia Pinto e esfola o carango na mureta de chegada à área central da via. Saiu lá da Câmara de Vereadores uma sugestão para que houvesse mudança. O vereador Maurício Batalha (PPS) propôs a alteração e fez um relatório de justificativa para isso. A partir de providências da super secretaria de Infra e Planejamento, as providências foram colocadas em prática.

À esquerda a chegada pela Avenida Presidente Vargas e no meio a mudança desenhada e pensada pelos engenheiros da Seplan. Vai ficar bem bacana!

Aqui a melhoria prevista com uma rótula meio estranha (mas interessante) no final da Avenida Duque de Caxias (à direita segue pela Correia Pinto em direção ao Centro)

O local já está em obras e parece que essa pode ser a primeira obra da nova administração de Lages a ficar pronta já que deve ser concluído antes da festa do pinhão

0 154

O noticiário positivo do Paço aponta que:

O projeto executivo de modernização e revitalização do Centro de Lages entra na reta final. Últimos detalhes foram apresentados nesta quarta-feira (24), ao prefeito Ceron pelo diretor geral da empresa IDP, engenheiro Carlos Roberto Olsen. A prefeitura informa que “após análise e reuniões, a finalização do projeto foi resultado do consenso sobre pequenas alterações no projeto, que não irão comprometer no resultado final”.

Secretário Bortoluzzi, Olsen da IDP e Ceron e a notícia de que o projeto do Centro foi revisto e está pronto para ser licitado


QUE ALTERAÇÕES?

Estas alterações incluem posto da Polícia Militar no Calçadão, com uma estrutura melhorada e vidros blindados, além da ampliação dos banheiros públicos e adequação dos estacionamentos (com mais vagas) nas ruas Coronel Córdova e Nereu Ramos.


PROJETO DE R$ 20 MILHÕES

Segundo a prefeitura “o orçamento já foi atualizado, faltando apenas a inclusão destas alterações, que não devem onerar com valores exorbitantes”. Os recursos para a execução, em torno de R$ 20 milhões, virão do Governo do Estado, via Banco do Brasil.


ÁREA ABRANGIDA

Expectativa é de que a obra esteja concluída em um ano após seu início. A revitalização vai contemplar as ruas Nereu Ramos, Coronel Córdova, parte da Correia Pinto, e todo o Calçadão da Praça João Costa.


‘O MAIS IMPORTANTE PARA LAGES’

O prefeito Ceron comenta que as pendências com relação à permanência ou retirada do prédio do antigo Colégio Aristiliano Ramos não vão impedira licitação e nem o início dos trabalhos:

“Há um consenso entre entidades, instituições e a própria comunidade, de que a revitalização do Centro é o mais importante para nossa cidade”.

A revitalização está a caminho com ou sem demolição do prédio onde funcionou o colégio Aristiliano Ramos

0 565

Antes de fechar os 150 dias da nova administração, já foram concluídos trabalhos de manutenção e melhoramentos em mais de 400 quilômetros de estradas do interior do município de Lages. A informação é da Secretaria de Agricultura tocada por Osvaldo Uncini. “Foram feitos serviços de patrolamento, nivelamento, cascalhamento, desobstrução de bueiros e abertura de pontos de saída de água entre outras obras de melhorias nas estradas vicinais”, aponta.


PONTES

Segundo o relatório, foram reconstruídas seis pontes de madeiras e recuperadas estruturas de outras nove, entre as quais as pontes de Penteados, Bodegão, Taimbé, Santa Terezinha do Salto e Arroeira. A ponte do Passo dos Fernandes, com 145 metros de extensão, na divisa entre os municípios de Lages e São José do Cerrito, também será recuperada com a substituição de pranchas e vigas, esta em parceria com a prefeitura do Cerrito.

Uncini e Arno Marian, na fronteira de Lages com o Cerrito, naquela ponte que volta e meia a água leva no Passo dos Fernandes


AÇÃO PARA A SAFRA

Secretário Uncini disse que nesta primeira fase de trabalhos, o objetivo foram melhoramentos das estradas para garantir o transporte da safra agrícola e da pecuária para comercialização de gado, ovinos e equinos. “Em uma segunda fase, as equipes de estrutura das estradas irão executar serviços de melhorias e obras nos acessos às propriedades rurais (porteira adentro)”, garante. Lei municipal permite a realização desse tipo de melhorias, com 90% dos custos dos serviços pela prefeitura e  o restante por conta dos proprietários rurais.

1 1479

Quem repara num registro assim tem impressão que o aeroporto da localidade de Águas Sulfurosas ali em Correia Pinto já está em funcionamento. E o saguão superior é de passageiros ou de pessoas aguardando a chegada de voos. Mas nada disso…

Lá se vão 15, 16, talvez 20 anos desde que se pensou em construir a estrutura e, há esforço, mas nada definido ou definitivo para que o aeroporto entre em funcionamento.


ESFORÇO DA ADMINISTRAÇÃO

DE CORREIA PINTO

Objetivando chamar atenção para a estrutura que está quase pronta, o prefeito Celso Rogério (PP) atraiu para o espaço já pronto do aeroporto a reunião da Amures.

Houve até um passeio de ônibus na pista de quase 2 mil metros com os colegas de Celso Rogério da entidade e a decisão coletiva de que é preciso deixar tudo pronto meio devereda. O problema é que aqueles que poderiam ajudar, se quer compareceram à reunião. Caso dos secretários de Estado Pavan e César Souza Júnior que havia prometido e se comprometido, mas ‘faltou teto’ para chegar a Lages.

Walter Manfrói (esquerda) agora na ADR representou o Governo do Estado na reunião coordenada pelo presidente da Amures, Tio Ligas (blusa vermelha) e tendo o prefeito Celso Rogério (com a cuia na mão) de anfitrião.


Imagens: Zé Rabelo

0 503

O que diferencia o trabalho executado pelo Exército e a iniciativa privada é que as obras previstas somente são executadas quando os recursos são liberados. Não existe uma reserva financeira que permita tocar os trabalhos para depois receber o pagamento. Daí a razão dos trabalhos de implantação de mais um pedaço da rodovia Caminhos da Neve serem retomados apenas nesta semana. É que saiu a primeira parcela dos novos recursos liberados pelo DECAN 3 – Destacamento Caminhos da Neve, incumbido de dar prosseguimento nas obras da rodovia.

Presidente do Deinfra, Vanderlei Agostini (direita) encaminhou a documentação liberando os recursos para a retomada das obras em São Joaquim

Com os recursos liberados, o maquinário do 1.º Batalhão Ferroviário foi colocado no trecho.

Esse novo trecho terá mais 5.300 metros de pavimento, desde terraplenagem, compactação do solo, drenagem, até colocação do asfalto. É a época mais ruim de executar essa obra na rodovia Caminhos da Neve por causa da temperatura baixa na região, sendo que há semanas em que não se registra em nenhum dia temperatura superior a 15 graus, à medida que o inverno se aproxima


SOBRE A RODOVIA

A Caminhos da Neve é uma estrada que liga São Joaquim a Bom Jesus/RS. O trecho inicial da rodovia, a partir de São Joaquim, vem sendo executado aos poucos pela Unidade do Exército de Lages. Não há garantia de que todo o lado catarinense seja asfaltado, visto que o trecho se torna mais difícil (para asfaltamento) à medida que se aproxima do Rio Pelotas. A obra é importante porque, além de uma ligação turística à Serra Gaúcha, facilita o escoamento da safra de maçã de propriedades nessa região de São Joaquim.



EMPREENDIMENTOS DA

TERRA ENGENHARIA SE

DESTACAM EM LAGES

Terra Engenharia tem destacado a sua atuação no mercado de imóveis de Lages com empreendimentos de elevado padrão de qualidade.

Residencial Terra – no bairro Frei Rogério – assim bem pertinho da Avenida Duque de Caxias e do Centro de Lages é exemplo de empreendimento com a marca Terra Engenharia

Visite o portal e se informe sobre as opções e financiamento, através da Caixa. Ligue para a Terra Engenharia ou no (49) 99162 6278

1 526

Retaguarda do secretário Clayton Bortoluzzi preparou um relatório dos primeiros 120 dias da atual administração em relação a atendimentos. Em quatro meses, pelos dados, foram efetuados 600 atendimentos. São providências corriqueiras, outras mais complexas a partir de demandas que surgem da própria comunidade, como aponta o próprio engenheiro:

“Atendimentos feitos em todas as regiões da cidade, relativos a serviços de patrolamento, implantação de base de pedra brita, tapa buraco, desobstrução de bueiros e caixas de inspeção da rede pluvial. Trabalhos e obras executados com recursos próprios da prefeitura”.

Bortoluzzi e o atendimento a demandas de urgência nos bairros de Lages


ESSE TIPO DE TRABALHO

ESTAVA DESATIVADO

Essas providências de urgência por parte da prefeitura estavam desativadas. “Desde que foram reativadas as equipes de serviços de manutenção das vias públicas, em janeiro deste ano, a demanda tem sido muito grande. São serviços e obras básicas que estavam represadas, atendendo a programação e prioridades apresentadas e reivindicadas pelas associações de moradores”, fala o Secretário Bortoluzzi.

Considerando os dias úteis desses quatro meses iniciais da administração, são em média sete atendimentos atendidos por dia, desde tapa buracos até pequenas providências mais complexas como a reposição de pavimento, como no caso acima!

0 141

Está logo abaixo ali na página informação de que houve licitação para a escolha da empresa para implantar o acesso (com todos os itens complementares) ao residencial Gralha Azul (das casas geminadas) para aquelas famílias realocadas das margens do rio Ponte Grande. A licitação ocorreu semana passada, dia 02, e não havia informação sobre o desdobramento.


MAS HÁ INFORMAÇÃO

É que não houve um desdobramento definitivo do processo licitatório. De acordo com o Secretário Antônio Arruda (Administração e Finanças) três empresas apresentaram propostas e estão credenciadas no certame. Entretanto, a prefeitura está aguardando o prazo aberto para recursos que é de 10 dias. Na sexta-feira, dia 12, vence tal prazo e, se não houver recurso ou outro entrave, será anunciada a empresa vencedora para executar a obra.

Arruda e a garantia que o processo licitatório está andando e ainda nesta semana, vencido o prazo burocrático dos recursos, deve ser confirmada a empresa que irá executar a obra de acesso ao residencial que compreende pavimentação, passeios e outras melhorias previstas no projeto.

0 486

Estava na programação da Prefeitura de Lages a abertura da licitação para a implantação do acesso ao Conjunto Residencial Gralha Azul – as casas geminadas do bairro da Várzea para onde irão famílias realocadas do Complexo Ponte Grande. A abertura do certame para se escolher a empresa responsável pelo asfaltamento e outras providências, ao custo superior a R$ 800 mil, deveria ocorrer no dia 02 de maio, terça-feira da semana passada.


SILÊNCIO

Passada uma semana ainda não há informação sobre a definição da empresa vencedora. Ou a licitação bateu na trave ou não se está considerando essa providência tão importante (embora seja por envolver obra de quase R$ 1 milhão e solução para uma situação complicada).

Conjunto habitacional construído em local questionável (por causa da umidade) está pronto. E depois da implantação do acesso pode ser entregue às famílias que residiam em áreas de risco às margens do rio Ponte Grande e que atualmente residem em imóveis locados através do aluguel social, previsto no projeto



EMPREENDIMENTOS DA

TERRA ENGENHARIA SE

DESTACAM EM LAGES

Terra Engenharia tem destacado a sua atuação no mercado de imóveis de Lages com empreendimentos de elevado padrão de qualidade.

Residencial Terra – no bairro Frei Rogério – assim bem pertinho da Avenida Duque de Caxias e do Centro de Lages é exemplo de empreendimento com a marca Terra Engenharia

Visite o portal e se informe sobre as opções e financiamento, através da Caixa. Ligue para a Terra Engenharia ou no (49) 99162 6278