Timber by EMSIEN-3 LTD
Blog Page 3

0 151

Chapecó sedia a maior festa da responsabilidade social de Santa Catarina, na noite desta quinta-feira (20), com a solenidade de entrega do Prêmio Empresa Cidadã 2017, promovido pela ADVB/SC. Foram 15 empresas e instituições vencedoras em três categorias – Participação Comunitária; Desenvolvimento Cultural e Preservação Ambiental. “A crise econômica dos últimos anos prejudicou, porém nunca comprometeu o forte vínculo dos empresários catarinenses com as práticas de responsabilidade social”, observa Daniel Silva, presidente da ADVB/SC.


Daniel Silva lembra a importância do evento: “Estamos promovendo o reconhecimento de iniciativas que ultrapassam as obrigações legais e estimulado o profissionalismo destas ações, maximizando os resultados”.


RÁDIO CLUBE FM É UMA

DAS EMPRESAS CIDADÃS

Entre as empresas reverenciadas pela participação comunitária está a Rádio Clube FM de Lages. Por causa de programas como o clube Comunidade, a emissora aproxima as pessoas da solução de seus problemas. É essa a linha de atuação que fez a ADVB reconhecer o trabalho social e comunitário da emissora, cuja diretoria e colaboradores estarão em Chapecó na noite desta quinta-feira, recebendo o reconhecimento.

A emissora de rádio de Lages que lidera a audiência com 45% da preferência dos ouvintes (segundo pesquisa Ibope) também tem reconhecimento pelo trabalho social e comunitário que desenvolve

0 258

Nesse universo de imagens congelantes que circulam a cada manhã de temperatura abaixo de zero na Serra Catarinense uma delas resume bem os – 7,1 (sete graus abaixo de zero) registrados na estação de monitoramento climático Caminhos da Neve em São Joaquim.

A mão calejada pelo tempo, pelo trabalho e pelo frio segura a barra de gelo de 5 cm (talvez mais) que se formou em São Joaquim na geada deste dia 20 de julho


Imagem: Mycchel Hudsonn Legnaghi | São Joaquim Online



SÃO JOAQUIM E OS 60 ANOS

DE UMA NEVASCA HISTÓRICA

Recentemente o Diário Catarinense fez reportagem da maior nevasca da história de São Joaquim. Foi exatamente há 60 anos, no dia 20 de julho de 1957 que a cidade registrou o fenômeno. Padre Blévio, jovem na época, contou as lembranças vividas naquele dia. Firme na peleia em São Joaquim, Padre Blévio é prova viva do que foi a neve daquele ano. Talvez, de fato, lá naquele tempo ocorreu os 30 centímetros de gelo acumulado nas cercanias joaquinenses.

Imagens como essa circulam nas redes sociais e mostram uma São Joaquim da época embaixo de gelo e o acumulado de neve ao lado do rapaz que, se estiver vivo, deve ter mais de 70 anos de vida

0 5461

Comando da 5.ª Região Militar do Exército Brasileiro que abrange os Estados do Paraná e Santa Catarina, abriu processo seletivo visando candidatos voluntários nas áreas de Medicina, Farmácia, Odontologia e Medicina Veterinária que serão incorporados para servirem como Oficiais nas Forças Armadas: Exército, Marinha e Força Aérea.


INSCRIÇÃO

As inscrições podem ser realizadas até às 12h do dia 31 de julho, em 12 locais discriminados no aviso de seleção. A inspeção e entrevista inicial, de caráter obrigatório e presencial, serão realizadas nos mesmos locais em Ponta Grossa, Cascavel, Maringá, Londrina e Curitiba (PR), Criciúma, Tubarão, Florianópolis, Lages, Blumenau, Itajaí e Joinville (SC).

As inscrições são gratuitas e o objetivo é incorporar profissionais de saúde que irão atuar nos dois Estados da Região Sul em Hospitais e Organizações Militares.


EM TEMPO

As informações necessárias você pode obter aqui!

1 310

O vocalista dos Stones virou sinônimo de pé frio. Parafraseando a fama do beiçudo de onde ele está as coisas acontecerem em processo inverso, puxamos duas imagens da semana daquilo que acabou não acontecendo de acordo com o que os protagonistas esperavam. Em tom de brincadeira da nossa parte, é claro!

Os primeiros pés frios da semana foram o Pavan e o Pinheiro. Bastou ficarem sabendo que daria 30 centímetros de neve em São Joaquim que abandonaram os afazeres e se bandearam para os lados da terra da neve. Havia até sinais que a neve estaria caindo a qualquer momento. Mas eles chegaram e o fenômeno se recolheu. Se o prefeito Giovani tivesse que escolher entre a visita da neve e dos ilustres tucanos…

De férias na ADR, o corintiano e jornalista Pablo Gomes boleou a perna até a Ressacada para assistir mais uma vitória do seu Corinthians, afinal o time estava a 10 pontos de vantagem para o segundo colocado no Brasileirão. Juntamente com outro corintiano ‘doente’, Paulo Marques, os mick jagger viram um magro 0 a 0 do time paulista contra o Avaí que patina na zona de rebaixamento.

1 449

Legislativo lageano fechou o primeiro semestre da nova legislatura com dois extremos. De um lado vereadores estreantes como Lucas Neves (PP) e Bruno Hartmann (PSDB) contabilizando feitos com a aprovação de leis que repercutem no cotidiano local. Do outro lado, vereador também de primeiro mandato, Jair Júnior (PSD) sendo considerado pelos próprios colegas de plenário desrespeitoso e outros termos que nem carece citar, embora por ser homem público deva suportar tais críticas.


ALOPRAMENTO

A pendenga remota ao comportamento de Jair Júnior ao longo do semestre que culminou com o alopramento em querer aprovar o fim do recesso do meio do ano passando por cima de uma comissão que fora constituída exatamente para esse assunto.


SOBRE ISSO SE DISSE…

“Não sei o motivo que fez o vereador Jair tomar este posicionamento, até porque tinha lhe dito que a comissão havia previamente aprovado o fim do recesso de julho para que fizéssemos a alteração ao Regimento Interno em conjunto a alteração à Lei Orgânica”, aponta o presidente da Comissão, Maurício Batalha. Ele cita que a Casa Legislativa não vai avançar se os vereadores pensarem de modo individual ao invés de coletivamente.


PALAVRA DA PRESIDENTE

Mesmo antes da votação, a presidente da Câmara, Aida Hoffer (PSD), alertou Jair de que mesmo que fosse à votação, o recesso parlamentar de julho não deixaria de existir pelo fato da proposta precisar de duas votações com o tempo de intervalo de dez dias. Além disso, pregou coerência do vereador já que a comissão  traria a mesma proposta no mês de agosto. A presidente aponta:

“Temos algo construído pelo coletivo, pelo envolvimento de todos os vereadores para apresentar melhorias ao regulamento da Casa. No dia da posse discutimos a mudança do regimento e, entre os assuntos, o fim de recesso parlamentar de julho. (…) Assinei a proposta porque concordo com ela, mas voto contra neste momento por não concordar com a forma como foi feita. Esta é uma ideia de todos que foi apropriada em nome de um só vereador”.

Presidente da Câmara, Aida Hoffer, aponta que todos os vereadores são favoráveis à redução do recesso, mas é uma mudança construída coletivamente e não atropelada por um vereador que quer se antecipar aquilo que está sendo decidido pelo grupo

1 620

Semana passada o vereador Luiz Marin (PP) de Lages apresentou uma série de indagações sobre a Usina do Salto Caveiras. Compartilhamos aqui na página o pedido de informações. Assim como o vereador Marin receberá as respostas ao indagado, o engenheiro Chefe do Departamento de Operação e Manutenção da Celesc Geração, Flávio Spolaor, esclareceu-nos o assunto:


ALGUNS DADOS

“Inicialmente, informamos que a barragem da Usina Caveiras possui para descarga das vazões excedentes, um vertedouro tipo soleira livre, local onde a água transborda quando ultrapassa o nível normal do reservatório. Sobre este vertedouro, o tamanho dele é de 84,85 metros de comprimento e com capacidade de descarga de uma cheia milenar, vazão superior a 820 m³/s, com uma lâmina de 3,03 metros no vertedouro”.


E MAIS

Dados adicionais sobre descarga e vazão no vertedouro:


Para 1,00 metro de sobreelevação: 55,95 m³/s

Para 2,00 metros de sobreelevação: 441,11 m³/s

Para 3,00 metros de sobreelevação: 822,55 m³/s

A vazão máxima suportada está de acordo com o porte do aproveitamento hidroelétrico e tipo de barragem.


SEGUEM AS INFORMAÇÕES

“Outrossim, informamos que originalmente, a barragem contava com uma pequena comporta de descarga de fundo, para liberação de vazão ecológica, que por motivos de manutenção está inoperante e foi substituída pelo sifão que cumpre esta função atualmente. Importante salientar que esta comporta do projeto original, atualmente fora de operação, não tem capacidade de regularizar o nível do reservatório”.

Do banco de imagens, um registro da Usina do Salto Caveiras em Lages


E AS RESPOSTAS AO

VEREADOR LUIZ MARIN

Quantas comportas existem na represa?

Uma comporta, inoperante desde a década de oitenta.


Quantas comportas estão funcionando?

Não há comporta em funcionamento.


Quem é o responsável pela abertura das comportas?
O Departamento de Operação e Manutenção, no caso da Usina Caveiras não há esta funcionalidade


Se as comportas não estiverem funcionando, o que falta para voltar a funcionar?

Não há previsão de retorno operacional da comporta haja visto que no seu local foi instalado sifão para a liberação da vazão ecológica.


Se estiverem funcionando, qual o fluxo de água que pode passar nas comportas para evitar o alagamento em épocas de enchente?

A comporta atualmente inoperante, não tem condição de rebaixar significativamente o reservatório. Para exemplificar a capacidade da referida comporta de fundo, comparamos os dados com uma cheia milenar: o reservatório receberá um fluxo de água de 820 m³/segundo, e a referida comporta teria a capacidade limitada de retirar um fluxo de água do reservatório de 12 m³/segundo, motivo pelo qual o reservatório foi construído com soleira livre, que atende uma cheia milenar.

A usina está situada logo abaixo da cascata no Salto Caveiras. E o conjunto de informações acima, a partir de provocação do vereador Luiz Marin, foi o que tivemos de mais esclarecedor sobre a funcionalidade dessa usina da Celesc em Lages

1 1218

Defesa Civil de Lages recebeu doação de um drone da delegacia da Receita Federal. O equipamento transmite imagens em tempo real e poderá ser utilizado em diversas ações. “Em algumas situações, em que não conseguimos chegar de carro, como um resgate ou enchente, esse equipamento será importante. Também poderemos ampliar o trabalho de fiscalização de áreas verdes”, explica Jean Felipe de Souza, Executivo da Defesa Civil.


DESODORANTE

Além do drone, a Defesa Civil também recebeu mais de 1.200 desodorantes tipo aerosol (feminino e masculino). As doações, que foram apreendidas em operações de crime de descaminho foram entregues pelo delegado Carlos Alberto Padlipskas.

Executivo da Defesa Civil mostra o drone doado pela Receita Federal ao prefeito Ceron sob o olhar ao fundo do Agente Delfes

0 1907

“Eu sou favorável à redução do recesso. E estamos encaminhando nesse sentido”.

Palavras do vereador Maurício Batalha (PPS) sem esconder certa chateação com o colega de plenário Jair Júnior (PSD). Segundo Batalha, no começo do ano foi criada uma comissão para estudar a redução do recesso. Além dele, vereadores Thiago de Oliveira, Amarildo Farias e Gerson dos Santos integraram o grupo que emitiu um relatório pela redução. Essa proposta vinda da comissão será apresentada dia 8 de agosto. “E o vereador Jair, infelizmente, se atravessou e quis votar ontem, atropelando aquilo que fizemos”, aponta Batalha.


ASSIM

Os votos apresentados na sessão da terça-feira não foram contra a redução do recesso. Mas contrários à forma como o vereador Jair Júnior conduziu a questão. “É preciso legislar com técnica e não com afobamento. A Casa Legislativa não pode ser palco de manipulação”, resume Batalha, num recado ao vereador Jair.


PROPOSTA AMPLIADA

Segundo Maurício Batalha, além da comissão decidir pela redução do recesso, ele pretende apresentar proposta para que aquelas sessões que deixam de ocorrer em feriados ou dias de ponto facultativo sejam repostas. “Dia 15 de agosto é feriado. Na véspera, dia 14 é ponto facultativo. Mas vamos sugerir que esses dias sem sessão sejam repostos para preservar a quantidade de sessões legislativas”.


POR FIM

Maurício Batalha lembra que recesso não significa férias. “Recesso significa que não tem sessão. Mas a atuação dos vereadores – a maioria pelo menos – segue da mesma forma participando de reuniões, integrando eventos e discussões”.

Batalha esclarece que é favorável à redução do recesso, embora esse signifique apenas que não há sessão legislativa, mas o trabalho do vereador segue



TERRA ENGENHARIA:

EMPREENDIMENTOS DE QUALIDADE

Terra Engenharia tem empreendimentos de qualidade com as unidades executadas fiéis ao projeto proposto. Converse com quem reside em imóveis construídos pela Construtora Terra. Você terá testemunhos do padrão e qualidade que a Terra oferece!

Isto é Terra Engenharia. Empreendimentos prontos, outros com obras em andamento e há novidades a caminho. Visite o portal e se informe sobre preços, formatos e opções de financiamento, através da Caixa. Ligue no (49) 99149 2327 ou 3226 2327 – contato@terraengenharialtda.com.br

0 344

Enólogo sênior da Vinícola Abreu Garcia, Jean Pierre Rosier, ao ser indagado sobre os efeitos das baixas temperaturas na Serra Catarinense e suas consequências na produção dos vinhos de altitude, explica que não há motivos pera temores.

Jean Pierre Rosier esclarece que é no inverno que as plantas de videiras se encontram em descanso vegetativo:

– As baixas temperaturas não influem em seu repouso. Porém, a falta de baixas temperaturas poderia desencadear uma arrancada precoce para o novo ciclo. Com isso acelerar o surgimento de brotações que seriam prejudicadas em baixas temperaturas.

Já o entorno das plantas é muito beneficiado, segundo Rosier, pois com as baixas temperaturas insetos, pragas e fungos são reduzidos no meio ambiente, propiciando um desenvolvimento mais sadio das plantas.

Para harmonizar com essas informações, nada melhor que as imagens tiradas da Vinícola Abreu Garcia na manhã de quarta-feira, 19


Imagens: Leonardo Ferrari

Informações: Paulo Scarduelli



SÃO JOAQUIM: QUASE 8

GRAUS ABAIXO DE ZERO

Termômetros oficiais registraram temperatura de – 7,8 graus em São Joaquim na manhã de quarta-feira, 19. Bom Jardim foi mais frio: – 8,8 graus. Compartilhamos dois registros da geada em terras joaquinenses.

Imagem: Mycchel Hudsonn Legnaghi | São Joaquim Online

Imagem: Dionata Costa | Folha da Cidade São Joaquim