Cotidiano

Multas em protesto podem ser sustadas

PROPOSTA FOI APROVADA NA CCJ DA ALESC

Quando do episódio envolvendo um policial militar e estudantes do CAV, em que o integrante da PM foi acusado de violência contra as moças, com o assunto ganhando repercussão nacional, um dos desdobramentos foi um protesto contra o ato. Ocorre que, por estar em vigor uma normativa que proibia carreatas e ações do gênero – e também pelo uso de buzina em desacordo com o CTB (sic!) – os participantes do protesto foram notificados com multas de valores próximos a R$ 3 mil.

SUSTAÇÃO DAS MULTAS

Porque, em tese os policiais que efetuaram as multas agiram dentro da previsão legal – embora parte da sociedade tenha entendido que foi um gesto corporativista em defesa do policial acusado de violência – iniciou-se uma luta para sustar (anular) as multas emitidas. Nesta terça-feira, 29, Moisés Savian, que acompanha a questão e apresentou e buscou juntamente com outros líderes a intervenção da deputada Luciana Carminatti (PT) no assunto, informou uma providência que considerou vitória.

A PROVIDÊNCIA

A CCJ – Comissão de Constituição e Justiça da Alesc – aprovou a sustação das multas. O teor da proposta irá agora à plenário onde os deputados sacramentarão a providência. Como Marcius Machado, Maurício Escurdlark e outros já se manifestaram favoráveis à sustação, a matéria deverá ser aprovada e a ação da PM considerada sem efeito na notificação aos motoristas protestantes.

 

Savian (esquerda) não discute a legalidade das notificações aplicadas, mas a oportunidade, visto que aqueles que realizam o protesto o faziam contra um integrante da PM, cujos outros integrantes da corporação acabaram por multar, provavelmente utilizando imagens, aqueles que foram para a rua contrariados pelo gesto do militar que causou repercussão nacional

Continue Reading
Cotidiano

Atravessamos o inverno da Covid-19

ESTAÇÃO FRIA PREOCUPAVA PELO RISCO DE FALTA DE UTI

Confesso que quando Odila Waldrich deixou a Secretaria da Saúde de Lages para concorrer à Câmara – atendendo o prazo eleitoral – houve um aumento daquela angústia por estarmos convivendo com uma realidade desconhecida em termos de pandemia. Odila vinha fazendo um trabalho de acompanhamento e gestão da crise naquela primeira quinzena em que os casos passaram a aumentar.

TRANSIÇÃO

Talvez por conhecimento da capacidade técnica de Claiton Camargo de Souza, que era adjunto de Odila, talvez por crença que iria dar tudo certo, o fato é que o prefeito Ceron fez uma aposta certeira no nome do novo Secretário. Tecnicista, baseando decisões em dados e, embora enfrentando imprevistos como a suspensão da aplicação de testes rápidos na população, o fato é que a área da saúde, sempre sob a liderança do próprio Ceron, deu conta do recado.

ANGÚSTIA

Havia duas preocupações maiores em relação à pandemia. Era o risco de aumento acentuadíssimo de casos por causa do inverno e, como consequência disso, não haver estrutura de UTI suficiente para atender a demanda de pacientes com Covid-19. Sim, houve aumento de casos, houve retardo de início de óbitos (6 de julho) e enfrentamos o inverno numa angústia coletiva. O Governo do Estado atrasou a entrega da UTI da nova ala. E nós ali, nos cuidados e na preocupação.

FIM DO INVERNO

A estação mais fria se despediu nesta terça-feira, às 10 horas. Colocou na sua contabilidade lamentáveis 70 vidas perdidas para a doença em Lages e mais 31 em outros 17 municípios da Amures. Os dados copilados semanalmente pela equipe técnica liderada pelo próprio Claiton Camargo de Souza evidenciam que ainda há preocupação, mas o pior já passou.

DADOS DO INVERNO

Os gráficos abaixo se referem à primeira semana de inverno e o término da estação. Observando que partimos de zero óbitos até dia 6 de julho e chegamos a 101 mortes em toda a Amures, ao término do inverno.

Esses dados são da última semana de junho, início do inverno. Lages com 298 casos, nenhum óbito e 352 pessoas diagnosticadas com a doença na Serra. Observe que a maioria dos municípios se quer tinha casos.

Esse é o gráfico atualizado no último dia do inverno. Além dos 101 óbitos nos 18 municípios da Amures (70 somente em Lages) o número de pessoas com a Covid-19 superou aos 5.300 casos. De se observar que ampla maioria desses pacientes já está absolutamente recuperada.

A LIDERANÇA EM

TEMPOS DE PANDEMIA

Embora nunca vá declarar isso, mas a pandemia serviu como um bom termômetro de gestão para o prefeito Antônio Ceron. Março começou com os intitulados menudos comendo pelas beiradas e liderando o debate político. Veio a pandemia e o referido grupo murchou. Sobressaiu a postura de gestão do prefeito Ceron, liderando a equipe e as medidas de enfrentamento. Saímos daquele risco de haver adoção de medidas inexperientes e até alopradas, para decisões, avanços e recuos, de acordo com o cenário indicava. Embora Ceron não fizesse por questão política, mas pela obrigação enquanto gestor, tal enfrentamento mostrou a importância da liderança com cautela para esse tipo de crise.

E ASSIM

Houve perdas. A gente mesmo perdeu pessoas queridas e do nosso convívio, mas há crença que Lages enfrentou de forma satisfatória a pandemia. Houve um cuidado em combater, desde o princípio, aqueles mais afoitos que apareciam tentando politizar eleitoralmente o assunto – e a própria população demonstrava esse chega prá lá nos oportunistas. E, como diz o próprio Secretário Claiton, a situação não está resolvida, mas a adesão das mesmas, mantida na mesma linha, podemos diminuir a angústia entendendo que o pior já passou.

Ceron e o secretário Claiton no enfrentamento à pandemia com lamento das vidas perdidas, mas crença de que a crise foi bem conduzida

Continue Reading
Cotidiano

Tribunal do Júri retorna em duas semanas

Poder Judiciário, mesmo no trabalho remoto, manteve atividades organizando procedimentos para a retomada quando da atuação com presencialidade. Prova disso é que o Tribunal do Júri da Comarca de Lages liberou a agenda do mês de outubro, quando voltam os julgamentos. O primeiro da pauta coloca no banco dos réus o acusado de autoria da morte de um comerciante numa fila de lanche em Lages.

RELEMBRE O CASO 

Era madrugada do dia 8 de junho do ano passado quando uma briga generalizada teria ocorrido na fila de um lanche na Avenida Camões, bairro Conta Dinheiro. Guilherme Muniz de Oliveira, então com 25 anos, acabou sendo golpeado com arma branca (faca). Ação tirou a vida do empresário, inclusive causando comoção devido a relação de amizade que o mesmo tinha por causa da atividade como dono de um restaurante de comida oriental.

JÚRI DO ACUSADO

Tão logo ocorreu o crime houve atuação conjunta da PM e Polícia Civil, chegando-se à autoria. O acusado fora processado, vencendo-se os trâmites para a realização do julgamento. E esse será realizado na abertura dos trabalhos do Tribunal do Júri, no dia 6 de outubro, uma terça-feira.

16 MESES

Considerando o crime e a data do julgamento, o Juiz Geraldo Bastos, presidente do Tribunal do Júri e equipe, estão conseguindo fazer um julgamento num intervalo de 16 meses desde o crime até o possível desfecho, numa evidência de celeridade nos procedimentos.

Juiz Geraldo Correa Bastos preside o Tribunal do Júri da Comarca de Lages com sessões de julgamento retornando em outubro, após o período sem atividades presenciais devido à pandemia

Informações: Taina Borges – NCI/TJSC – Serra e Meio-Oeste

Continue Reading
Cotidiano

Javalis e os controladores em ação

RECEBEMOS REGISTRO DE UM ABATE DE FUNDAMENTO

Daqueles queras que entendem da peleia na hora de atuar no combate à proliferação de javalis nos dois lados das beiradas do rio Pelotas, nas serras de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, Volmar Alves é dos mais dedicados. E o gaudério lá das bandas de São Marcos/RS conseguiu acertar as contas com um daqueles que estava difícil o abate.

Aqui estão caça e caçador com Volmar Alves levando a melhor na retirada de mais esse exemplar que tem capacidade para, sozinho, dizimar uma roça de milho numa noite

VOLMAR NOS CONTA A FAÇANHA

“Já abati centenas de javalis, mas poucos se igualaram a esse, pelas suas características. E também pela sua idade e dificuldade que vinha encontrando para abate-lo. Era um animal que, pelo modus operandi, demonstrava ser bastante esperto”.

FIQUE ATENTO

O Volmar Alves preenche todos os requisitos legais (porte e autorização de arma, além de acesso às propriedades com a concordância devida). Assim, não se coloque a esse tipo de prática se você não atende os requisitos legais. Quem caça javali dentro da norma está ajudando no controle dessa espécie que está levando prejuízo de todo gênero aos dois lados da fronteira entre SC e RS, nas serras próximas ao rio Pelotas.

Continue Reading
Cotidiano

Falece a segunda mais idosa de Lages

Comunidade do bairro Vila Mariza está de luto. Não é para menos. Uma das pessoas que simbolizava aquela comunidade, dona Áurea da Silva Ribeiro faleceu neste final de semana. Ela possuía toda uma história – que seguirá viva na memória das pessoas – de atuação no bairro Vila Mariza.

DESDE OS TEMPOS IDOS

Quando chegou ao bairro Vila Mariza, Vó Áurea tinha 51 anos, vinda da localidade de Cedrinho, interior de Urupema, então distrito de São Joaquim. Era meados de 1965 quando ela chegara em Lages, estabelecendo-se no bairro Vila Mariza e criando uma família que é uma das referências no bairro. Dona Áurea era a segunda pessoa mais idosa de Lages. Faleceu com 106 anos, aniversário comemorado em maio de 2020.

Vó Áurea, joaquinense de Urupema, tinha 106 anos e morava no Vila Mariza desde 1965

A Carteira de Identidade de Vó Áurea confirma seu nascimento em maio de 1914

Continue Reading
Cotidiano

Flagrante de loucuras na BR-282

MANOBRAS ARRISCADAS E ULTRAPASSAGENS INDEVIDAS

Enquanto a gente fica angustiado pelo estado de saúde de um familiar ou torcendo pela recuperação de um amigo acometido desta ou daquela doença, deparamo-nos com comportamentos que não impressão que há quem não esteja nem aí com a vida dos outros. O registro abaixo foi na metade da tarde desta sexta-feira, 04, véspera do feriado prolongado.

MANOBRA E ULTRAPASSAGEM

Autoridade da área jurídica fez o registro porque percebia que o caminhão carregado imprimia uma velocidade anormal desde a passagem na frente do Garden Shopping. O condutor seguiu ultrapassando quem seguia numa velocidade de até 100 km/h, ignorando faixa dupla e nem curvas que impedem ultrapassagem. Entre o Km 215 e 210 da BR-282 foram mais de 10 ultrapassagens em faixa contínuo, cujas multas somadas dariam quase R$ 15 mil.

Porque imagem vale mais que palavras, observe a mais arriscada das manobras feita pelo possante carregado no morro de Índios. Naturalmente que não se identifica o caminhão (e por tabela nem o condutor) porque a intenção é apenas alertar do risco. Um veículo vindo em sentido contrário a 100 km/h no caso acima, inevitavelmente teríamos um acidente. E não seria o motorista do caminhão que sofreria…

Continue Reading
Cotidiano

Prefeiturice em tombamento do Marrocos

NÃO PROCEDE DIÁLOGO PRÉVIO COM PROPRIETÁRIOS

Empresário Mário Leopoldo dos Santos, referenciado como Mário Pintado é uma lenda do empreendedorismo de Lages para os quadrantes onde atua com empresário. Foi lá em 1961 que começou a atuar com sua primeira sala de cinema em Lages. E depois disso não parou mais, ampliando os negócios para vários Estados e regiões do País. Com seus 91 anos, lúcido e atento a tudo que acontece, surpreendeu-se com a notícia do tombamento do Cine Marrocos, empreendimento que é a menina dos olhos do empresário.

NÃO HOUVE TRATATIVA

Os familiares se surpreenderam mais ainda porque na justificativa do tombamento do imóvel enviado à Câmara, consta o seguinte:

“A proposta insere no rol de patrimônio histórico municipal o prédio que abriga o Cine Marrocos. Inaugurado em 1964, o local tem inegável relevância histórica no município. Possui uma arquitetura temporal, tipificada como “moderna” ou “modernista”, no mobiliário, luminárias, estrutura e acabamentos. Após tratativas com os proprietários, Ministério Público e comissão para abertura do processo de tombamento provisório do imóvel, optou-se por proteger o referido imóvel através da Lei Orgânica Municipal”.

ACONTECE QUE…

Os proprietários do Cine Marrocos desconhecem qualquer tratativa para tombamento. E nem há interesse nisso até porque a ideia, futuramente, é que o espaço seja uma espécie de memorial que resgate parte da história e da trajetória de Mário Leopoldo dos Santos, o Mário Pintado.

Portanto, não existe tombamento do prédio inaugurado em 1964 e, muito menos, tratativas por parte da Prefeitura de Lages para tal encaminhamento. Apesar de já estar na Câmara de Vereadores o projeto com emenda à Lei Orgânica, incluindo a estrutura como bem tombado.

Continue Reading
Cotidiano

SC retoma consultas e cirurgias eletivas

Secretaria de Estado da Saúde anunciou a retomada de consultas e cirurgias eletivas de média e alta complexidade em toda Santa Catarina. As portarias publicadas no Diário Oficial autorizaram o retorno de tais procedimentos em todas as unidades hospitalares próprias da SES, como é o caso do Hospital Tereza Ramos de Lages.

Pela decisão, a oferta de procedimentos cirúrgicos eletivos de média e alta complexidade deve respeitar os termos de compromisso e plano operativo contratualizados. As eletivas que necessitavam de cirurgia geral estavam suspensas desde o mês de junho. As unidades já poderão iniciar o chamamento dos pacientes de acordo com as autorizações da Central de Regulação.

SINTOMAS

Caso o paciente convocado apresente febre ou sintomas respiratórios, deverá ser suspenso o procedimento, devendo a Unidade Hospitalar realizar novo agendamento em até 30 dias. As portarias ainda estabelecem que os hospitais deverão manter inalterados o atendimento e internações dos pacientes suspeitos ou confirmados com a Covid-19, respeitando o número de leitos hospitalares destinados ao enfrentamento da pandemia.

Secretário da Saúde, André Motta Ribeiro, destacou que a retomada das eletivas ocorrerá com o devido atendimento das regras sanitárias. Lembra que a estratégia adotada para o enfrentamento da pandemia foi a de estruturar a rede hospitalar catarinense

Continue Reading
Cotidiano Serra SC

Javalis seguem no noticiário da Serra

SUSPEITA-SE QUE HOMEM MORREU ATACADO POR JAVALI EM URUBICI

Bombeiros se deslocaram na tarde do sábado, 29, na estrada geral da localidade de Lageano Liso, interior de Urubici. Encontraram um cidadão de 46 anos sem sinais vitais e com ferimento no fêmur. Populares informaram que o homem pode ter sido vítima do ataque de um javali selvagem. Naturalmente que a necrópsia dará detalhes da causa mortis.

OS JAVALIS NA SERRA

Embora tratados com menos intensidade no noticiário, os javalis seguem invadindo propriedades e causando prejuízos a produtores rurais, especialmente na chamada ‘Costa do Pelotas’ – desde Celso Ramos, passando por Cerro Negro, Campo Belo, Capão Alto, Coxilha Rica até São Joaquim. A escassez de alimentos neste época, inclusive com a menor produção de pinhão no ano, são fatores que levam os porcos do mato a se aproximar cada vez mais das propriedades.

CAÇA É AUTORIZADA

Logicamente que não é qualquer pessoa que pode colocar uma espingarda na mão e sair dando tiros em javalis por aí. Mas há pequenos grupos de caçadores que atuam dentro da norma, com a devida autorização de uso de armas, assim como concordância dos donos de propriedades para que os caçadores atuem para tentar reduzir a incidência de tais animais.

Das incursões que o Deni Telli integra aí estão dois exemplares abatidos no interior aqui da Serra Catarinense. Estendidos assim chegando à altura da parede do galpão se tem ideia do tamanho dos bichos!

Aqui Deni Telli e os colegas de caça, atuando a partir de autorização para caça e devidamente legalizados, têm procurado ajudar a evitar a propagação dos javalis que se tornaram uma praga nas terras de cima da Serra

Continue Reading