Economia Evento

Agenda em Floripa: Amaral com Mourão

Diretor presidente do Grupo SCC, Roberto Amaral, entreverou-se com outros convidados num encontro promovido pela Acaert na Fiesc. Foi uma palestra denominada Momento Brasil ministrada pelo vice-presidente da República, o gaúcho Hamilton Mourão.

BRASIL MELHOR DEPOIS DE 2020

Excelente orador e condutor de uma boa prosa, ele disse aos empresários que, de fato, há um processo de recuperação da economia. Mas admite que para que o País fique nos eixos carece de um pouco de tempo. Uns dois anos.

Roberto Amaral no evento promovido pela entidade que representa emissoras de rádio e televisão de Santa Catarina, com o vice-presidente da República, Hamilton Mourão. Amaral foi o primeiro presidente da Acaert.

LIÇÃO DE MOURÃO

“A imprensa é para os governados e não para os governantes”.

Continue Reading
Evento

Miss Lages (quase) como antigamente

Porque não é só do mondo cane que se faz o noticiário da paróquia, tem charme e beleza passando aqui pela página também. Foi o concurso que escolheu a Miss Lages 2019. A moça que vai representar a cidade no certame Estadual, talvez Nacional e quiçá no Miss Universo, foi escolhida naquela friagem da noite de quarta no Teatro Marajoara.

E daí não faltou beleza na passarela com nove participantes…

No final Ellen Waltrick foi escolhida a miss da paróquia. Minha candidata era outra, mas para variar ando meio desatualizado nesses conceitos de beleza

No final a Miss Lage se juntou à rainha e princesas da Festa do Pinhão deste ano e também à morena linda, Bruna Valim, que representa Otacílio Costa como Miss

Lá estavam também as bonitas juradas e os simpáticos julgadores

E a estrutura municipal apoiadora do evento, Fundação Cultural, fez-se representar pelo superintendente Giba Ronconi acompanhado da esposa e a filha

MISS E PRINCESA

Ellen Waltrick Ribeiro tem 19 anos é acadêmica de enfermagem, bailarina, instrutora de ballet e 1.ª princesa da 30.ª Festa Nacional do Pinhão. Além do novo título conquistado, antes mesmo de saber que seria a Miss Lages Universo 2019, Ellen foi eleita como Miss Popularidade, resultado de votação pelo instagram oficial do concurso.

Fotos: Nilton Wolff

 

TERRA ENGENHARIA APRESENTA

 MIRANTE DA BOA VISTA NO BAIRRO PETRÓPOLIS

Empreendimento está em fase de lançamento (registro de incorporação R3/39.142).

Informações e pré-reservas no telefone (49) 99162 6278.

Continue Reading
Evento

Festival de Inverno começa abaixo de zero

Primeiro final de semana do 4.º Serra Catarina Festival de Inverno estará do jeito que uma das articuladoras, a empresária Rosani Pocai idealizou: com temperaturas baixas, muito baixas. Em Lages teremos uma manhã de domingo com possibilidade de até 3 graus negativos. E o turista que resolver tentar conviver com a neve (prevista para a sexta-feira) no quadrilátero do gelo (Urupema, Urubici, São Joaquim e Bom Jardim), poderá usufruir da estrutura hoteleira e culinária aqui de Lages.

O QUE É O FESTIVAL DE INVERNO

Constitui-se uma proposta para fomentar o turismo na Serra Catarinense. São dois meses de programações que incluem 160 eventos e atrações culturais: arte, cultura, música, gastronomia, esporte, tradição, exposições, entretenimento, aventura, diversão entre outros. A iniciativa tem a parceria do Sebrae numa realização da CDL lageana para fomentar o comércio e os demais setores da economia que agregam valores a partir do fluxo turístico não apenas em Lages, mas nos municípios da Serra.

Empresária Rosani Pocai, entusiasta e articuladora do festival de inverno com o presidente da CDL, Marcos Tortelli no lançamento da edição deste ano

A fábrica de gaiteiros em ação na apresentação do projeto de inverno para julho e agosto em Lages e na Serra. À direita os patrocinadores e apoiadores do festival que comenta o turismo em tempos de baixa temperatura nestas terras!

 

TERRA ENGENHARIA MIRA O NOVO

EMPREENDIMENTO: MIRANTE DA BOA VISTA 

NO BAIRRO PETRÓPOLIS EM LAGES

Empreendimento está em fase de lançamento (registro de incorporação R3/39.142).

Informações e pré-reservas no telefone (49) 99162 6278.

Continue Reading
Evento

Ao nível do Mar: Cabrini e os 80 anos do SCC

Diretores do Grupo SCC aproveitaram a sexta e sábado para agregar ações com colaboradores de Florianópolis e sucursais espalhadas pelo Estado. Foi programado um encontro dos profissionais do jornalismo que atuam na emissora, oportunidade em que se apresentou o documentário da trajetória de 80 anos do Grupo SCC, abrindo-se os trabalhos com uma palestra/aula com o jornalista Roberto Cabrini. Tudo isso em Florianópolis.

HISTÓRIA DOS 80 ANOS

O mesmo vídeo/documento elaborado pela área de produção de conteúdo do SCC que fora apresentado no Teatro Marajoara na metade de junho, foi exibido aos demais colaboradores da emissora. Da chegada de Carlos Joffre a Lages, a criação de empresas na área de comunicação e tecnologia e a realidade do segundo maior grupo de comunicação do Estado, tudo foi condensado em pouco mais de uma hora.

Roberto Amaral destacou aos colaboradores o foco pelo conteúdo, credibilidade e uma programação leve na linha do que apresenta o SBT Nacional

Apresentadores, repórteres, técnicos e a retaguarda administrativa e da área comercial da emissora se integram ao evento

Roberto Amaral entre os netos Lucas e Ian, bem como com os diretores Beto Amaral (esquerda) e Carlos Amaral (direita) e ainda a diretora Melissa Amaral no diálogo direto com os colaboradores do interior do Estado e Florianópolis

CABRINI FALA AO GRUPO

“Toda existência dá um livro, desde que haja nós, os jornalistas, os contadores de histórias”. Uma entre várias pregações relatadas pelo protagonista do Conexão Repórter na grade nacional do SBT, jornalista Roberto Cabrini. Ele detalhou os bastidores de sua atuação que tornam possíveis grandes reportagens. “A melhor de todas as reportagens é a próxima, é aquela que ainda vou fazer”.

Além da fala, um vídeo condensando parte de sua trajetória inicialmente na Globo com apenas 17 anos (o repórter mais jovem da emissora), assim como o testemunho da mais recente entrevista com ampla repercussão (Najila Trindade do episódio com o jogador Neymar), Roberto Cabrini consegue, ao falar de seu cotidiano e sua história, transmitir uma grande aula de jornalismo. E ele deixa claro que “jornalismo investigativo não é jornalismo acusatório”.

No final da fala, aplaudido em pé, Roberto Cabrini foi reverenciado também pelos diretores Carlos e Roberto Amaral

Continue Reading
Evento

Resuminho básico sobre a Festa do Pinhão

BEM POSITIVO

Pontualidade dos shows: Organização cuidou tanto do horário que chegou a frustrar algumas pessoas. Os shows ocorriam dentro do programado ao ponto do visitante que foi assistir Bruno & Marrone no primeiro sábado já pegar a dupla dormindo na praça

Sabores de Lages e foodtruck: Além dos barraqueiros que reclamam, mas sempre estão no evento faturando e servindo, os lanches do foodtruck num pavilhão e o festival Sabores de Lages derrubaram qualquer crítica sobre qualidade da comida no parque.

Políticos sumiram do parque: Foi a edição com o menor fluxo de políticos da história. Mesmo com governador, a vice e um deputado ou outro presente, a turma que carece de voto deitou o cabelo. Acho que ainda está tonta do tsunami do ano passado!

Moisés no papel de Moisés: Governador frequentou a festa de maneira diferente. Chegou sem multidão de assessores, deu o recado e foi curtir o Baile do Nego Véio inclusive cantando umas modas do Alexandre Pires. Sem frescura!

Backstage, Moha e etc: Espaço atrás do palco nacional é uma atração à parte. Com estrutura para quem não quer pegar (muito) sereno, lembra aquilo que grandes eventos disponibilizam pelo mundo, inclusive no Entrevero do Moha!

Carlos Moisés, discreto, mas presente. Estilo diferente de liderar. Aqui com dona Célia da Massa FM e Roberto Amaral

 

O QUE FALTOU

Lageano! Alguns amigos não vão ao evento. Uns porque não têm dinheiro, outros porque têm muito dinheiro. Carece de fazer esse povo se encontrar no parque!

Público! Faltou mais gente para conferir boas atrações como na noite de Alok e no sábado de Maria Rita ou no rock de Capital.

Corpus Cristi! Faltou a organização acertar a quinta-feira, feriado. Shows deste ano não atraíram. Não havia 5 mil pessoas dia 20.

Ingresso barato! Preços nos sábados e quarta-feira estão dentro da realidade. Mas nos outros dias poderia ter sido revisto o valor.

Internacional! A festa poderia trazer uma atração internacional tipo uma Shakira, por exemplo. Se o Piqué vier também a gente joga uma pelada com ele!

Foi bonito, foi. Mas a gente esperava mais gente todos os dias para conferir com a gente a Festa do Pinhão

AINDA SOBRE AQUELAS

NOITES PASSADAS…

Uber versus Taxi – Besteira a disputa. Tem espaço para todos. E qualquer grande evento atrai operadores de Uber e não adiante berrar!

Lages 2020 – Houve muita prosa política nas internas. Gostei, por exemplo, daquilo que conversamos com o Beto Amaral e aquela liderança que deve disputar a prefeitura ano que vem!

ruim, mas bom – Até o vereador Jair Júnior, no seu sagrado direito de se divertir, esqueceu o beicinho para o evento e estava todo feliz no backstage.

Rapeize no pedaço – Bacana a presença e a repercussão que o veinho da NSC deu sobre Lages e a Festa. Cacau Menezes segue sendo aquela referência no Estado!

Pratas da casa – Cancioneiro Eder Goulart com Zé Florêncio, Vantuir Rech e Cláudio Pereira deram show na transmissão da Sapecada. Excelente o time do nativismo da Clube FM!

 

MELHOR ENTREVISTA DA FESTA

Melhor entrevista que a gente fez na festa foi com esse cidadão ao lado de Carlos Amaral. Fumio Hiragami é um gigante do agronegócio, sendo um dos precursores da fruticultura (maçã) em São Joaquim e agora atuando também na produção de vinhos. De um conhecimento sem igual e uma simplicidade enorme. Gostei da prosa com ele na Clube FM

Continue Reading
Evento

Aqueles que atuam nos bastidores da Festa

Não que os queras com o umbigo enterrado nestas plagas não tenham iniciativa e competência, muito pelo contrário, são de nativos bois de bota a maioria das iniciativas que agigantam a paróquia. Mas às vezes aparece um vivente de outras cercanias que se integra às peleias locais e que merece também reconhecimento. Empresário Juan Rangel é exemplo disso. Dois esforços que ele contribuiu restaram exitosos na Festa do Pinhão.

UM DELES...

O projeto Sabores de Lages merece aplausos. Através dos núcleos de gastronomia da CDL e Acil, empresários locais que atuam no ramo, colocaram à disposição do visitante pratos da melhor qualidade. Tudo a preço único, justo e honesto: R$ 30,00. Quem experimentou foi só elogios.

OUTRO DELES

A questão da Maior Paçoca do Mundo também teve o dedo de Ruan Rangel. A iniciativa de Beto Ody e do Lauri da GDO pretendeu trazer um diferencial para o último domingo com apelo social. Buscaram no Ruan o parceiro para colocar em prática a receita da paçoca. Logo, numa longa lista de gente que fez a diferença atuando no evento, inclua-se esse brasiliense de Lages, Ruam Rangel, para o qual a gente tira o chapéu!

Ruan que aparece nesse registro à esquerda já costurando outra empreitada que é a colocação de gastronomia no passeio de maria fumaça que teremos mais adiante em Lages

Continue Reading
Evento

Gaby e GDO na Festa: The End ou Tchamanhã?

“Não está fácil fazer a Festa do Pinhão”.

“Agradecemos a todos com carinho e gratidão”.

Duas frases que dão o tom da postura dos organizadores depois de realizar o evento em 2014 e depois por cinco anos já que a licitação foi por 12 meses prorrogada até 60 meses. Referências acima são do empresário Beto Ody, diretor da Gaby Produções que, vencendo a licitação, liderou a realização da Festa.

TOM DE DESPEDIDA

Embora fornecendo atrações para o evento desde o começo do século, a GDO como co-produtora se fez mais presente ao lado da Gaby nesses últimos 6 anos. E foi nesse período que experimentou de forma mais direta a angústia dos imprevistos que marcam um evento gigante. Ora com chuva, ora temporal, ora greve de caminhoneiros, ora tempestade de palavras tentando desconstruir um trabalho feito. E foi na soma de tudo isso que os organizadores fizeram uma espécie de hasta la vista durante coletiva na tarde de domingo.

Lauri da GDO e Beto Ody no fechamento da parceria das empresas com o evento Festa do Pinhão

FOI BOM, MAS FOI RUIM

Por mais de uma vez conversamos durante a festa com Lauri Schoenherr, o homem por trás da GDO. Chegou a puxar os dados de público que recebia em tempo real em seu smartphone para confirmar a preocupação. “Quem pegar esta festa terá que repensá-la. O evento se tornou muito grande, mas as dificuldades para realizá-lo são maiores ainda”. Segundo Lauri, o próprio poder público precisa mergulhar na realidade do que foi a edição deste ano para promover o novo certame. Realizar a Festa do Pinhão é um desafio, é algo bom. Mas o retorno e a repercussão, nem sempre são aquilo que se espera. Os organizadores não retiram da memória as pancadas recebidas especialmente pelo vereador Jair Júnior na audiência da Câmara.

‘MENTIRAS E PALHAÇADAS’

Sem citar os nomes dos vereadores, os organizadores na fala com a imprensa, referiram-se à dupla de legisladores falantes naquela audiência como protagonistas de ‘mentiras, encenações e palhaçada’. Houve na coletiva o repasse de dados sobre o aporte da prefeitura, diferente do que seria se o poder público tivesse tocado o evento. Entre Sapecada, Recanto e compromissos no parque, estima-se que o custo não chegou a R$ 500 mil. O evento, se realizado pela prefeitura, não custaria menos de R$ 10 milhões (shows, divulgação, estrutura) e o prejuízo beiraria tranquilamente quase a metade disso.

QUEM TOCARÁ EM 2020?

A resposta a essa indagação depende de quem vencerá a licitação. “Não sei se vamos participar. Vamos analisar o edital. Tem vereador que garante que vamos vencer a licitação. Quem sabe a gente desmente ele e nem participa”, disse-me Lauri Schoenherr. A prefeitura deverá finalizar o edital e lançá-lo com certa brevidade já que antes de outubro é preciso que a empresa vencedora já pense a edição vindoura, por causa da agenda de artistas.

AQUI E LÁ FORA

Enquanto tocava a Festa do Pinhão em Lages, a GDO realizava show em Mondaí e Novo Hamburgo. Em termos de faturamento, essas outras duas cidades, proporcionalmente, estavam bem mais interessante (vimos os dados). Daí que, de repente, para fugir das bordoadas verbais, os organizadores podem, de fato, até repensar e não insistir no evento lageano.

Continue Reading