Polícia

Lages: Colisão violenta mata universitário

Exatamente às 3h 06min 35seg deste sábado, 22, o cruzamento das ruas centrais João de Castro e Jorge Lacerda foi palco de uma tragédia. O veículo GM Tracker, MFR-6646 – ano 2009 – trafegava pela Jorge Lacerda (sentido INSS à Delegacia). Não se tem informação se o semáforo no cruzamento estava intermitente ou aberto para um dos lados. O fato é que o veículo Volks/Polo, de cor preta, placas QJC-5129 – ano 2018 – descia em velocidade aparentemente acima do limite de 40 km/h – que é a regulada para a via. O Polo acabou acertando a Tracker que rodopiou antes de bater numa placa indicativa e parar na calçada da Loja Monsiuer.

Aqui o registro da rede social da Tracker parada sobre a calçada após ter sido atingida – como mostra o vídeo – pelo Polo que foi parar lá na direita da Rua João de Castro

No portal Notícia no Ato – de Jatir Fernandes – esse registro dá ideia do estado em que ficou o veículo Polo após acertar a Tracker. Pelo vídeo, pelo que se visualiza, é o Polo que desce a Rua João de Castro e acerta a Tracker.

ESTUDANTE MORRE NO CHOQUE

Pelo relato de populares, na Tracker estavam três rapazes. Um deles, estudante que veio do Pará para estudar em Lages, acabou tendo o corpo projetado – por causa da violência do impacto para fora do veículo. De iniciais R. N. E. o menino de 22 anos sofreu traumatismo e foi conduzido às pressas à emergência do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres. Porém, devido à gravidade do choque não resistiu e veio a óbito.

O vídeo da câmera de segurança logo acima do cruzamento mostra o horário e a circunstância da violenta batida

Continue Reading
Polícia

Morte de DJ: Polícia autua dois agressores

Policial Carlos Manoel, sempre naquela atenção das questões que envolvem a relação entre a Polícia Judiciária de Lages (Polícia Civil) e a população, confirma-nos a informação sobre o trabalho de investigação para apurar as circunstâncias do espancamento de Eder dos Anjos Goulart. O servidor público e DJ, uma semana depois de ser vítima de espancamento, acabou morrendo. Carlos Manoel confirma que dois dos supostos autores da agressão foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio. E que os investigadores da Polícia Civil trabalham para identificar os demais suspeitos de participação na barbárie.

MUDANÇA DE ENQUADRAMENTO

Se os dois identificados acabaram sendo enquadrados por tentativa de homicídio, com a morte da vítima, a interpretação e tratamento do assunto muda de figura. Ambos devem passar a responder por homicídio. E, como escrevemos, caberá à autoridade policial (no caso o Delegado de Polícia) enquadrar, considerando as circunstâncias em homicídio qualificado. Nesse último caso, a qualificadora pode levar à caracterização de crime hediondo (a vítima não tinha condições de reagir por causa do número de agressores).

 Eder Antonio dos Anjos Goulart foi agredido na parte externa da boate de onde seria sócio. A filha dele, de apenas 16 anos, de dentro do veículo do pai, assistiu toda a cena da agressão violenta.

DENUNCIE E AJUDE

Se você tiver qualquer informação que possa contribuir com a prisão dos outros envolvidos no espancamento que resultou em morte, os números 197 e 181 recebem chamadas para colher esses dados. E você pode fazer isso de forma anônima. Ajude a fazer justiça da forma correta, denunciando para que as autoridades responsáveis acelerem ainda mais as providências que já estão em andamento!

Continue Reading
Polícia

Covardia: DJ espancado morre em Lages

Assunto da sexta-feira, 14, em Lages é o desdobramento de um lamentável ato de covardia cometido, segundo informações, por um grupo de pelo menos 10 marmanjos.

Era sexta-feira, 7 de setembro, quando o servidor público Eder Antônio dos Anjos Goulart – homônimo do cantor nativista lageano – foi espancado de forma brutal após um desentendimento na frente da casa noturna Zafira Lounge, estabelecimento do qual ele seria sócio.

TRAUMATISMO E UTI

A partir do espancamento a vítima foi internada em estado grave na UTI do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres. Sucederam-se alguns procedimentos enquanto familiares e amigos realizavam correntes de oração pela recuperação de Eder Goulart. Uma semana depois, nesta sexta-feira, às 6h30min, ele não resistiu as consequências do traumatismo sofrido e acabou morrendo.

Formado em Direito, ele também era servidor do setor de obras da Prefeitura de Lages. Pegamos do perfil do DJ Ederr Goulart (era assim que ele assinava na atividade pela qual era apaixonado) esse registro acima

AUTORIA DO FATO

De acordo com informações não oficiais, cinco dos supostos 10 ‘valentões’ que espancaram Eder já teriam sido identificados pela Polícia Civil, cujo inquérito em andamento deverá apurar circunstâncias e detalhes do ocorrido. Cabe à autoridade policial que preside o inquérito as conclusões, porém, como os atos de agressões tornaram impossível a defesa da vítima (eram 10 contra 1), estamos falando de homicídio qualificado. E nesse caso, crime hediondo. Aguardemos a providência e posição da Polícia Civil. Esse tipo de crime não pode ficar sem resposta.

 

EM TEMPO

Apenas para reforçar a informação, embora com o mesmo nome do cantor nativista lageano, o Eder Goulart que faleceu era DJ e servidor público, tendo prestado serviço militar em Lages e tinha 36 anos. Seu nome completo é Eder Antonio dos Anjos Goulart.

Continue Reading
Polícia

Otacílio Costa: Morre autor de chacina

Um dos crimes mais bárbaros ocorridos na Serra Catarinense foi registrado na comunidade de Fundo do Campo, interior de Otacílio Costa, no dia 3 de janeiro de 2016. Aposentada Laurita Muniz, 63 anos, seu companheiro Sebastião Pereira, 57, foram mortos a facada dentro de casa. Também a facadas foram mortos Estuarte Schneider, 51 anos, e as crianças Laurita e Evelin de apenas 8 anos.

MORTE NATURAL

Os autores dessa barbárie foram identificados, julgados e condenados. Luiz Carlos da Silva e Ademir de Liz pegaram penas que, somadas, chegaram a 550 anos de cadeia. Ambos cumpriam pena no presídio de São Cristóvão do Sul. De acordo com informações, confirmadas pela PM, Luiz Carlos da Silva, condenado a 281 de prisão, morreu nesta terça-feira, 11. Morreu de causa natural.

Este é Luiz Carlos da Silva que morreu de causa natural enquanto cumpria pena no presídio de São Cristóvão do Sul. Ele um comparsa protagonizaram um dos crimes mais bárbaros da história de Otacílio Costa, com a morte de 5 pessoas, incluindo duas crianças. Teriam matado para roubar dinheiro que presumiam estar na casa dos idosos, os primeiros assassinados.

P. S.

Apenas esclarecendo que as circunstâncias agravantes, considerando a quantidade de vítimas é que elevou a pena dos acusados, chegando-se a 550 anos de prisão. Mas na legislação brasileira não há previsão de pena superior a 30 anos.

Continue Reading
Polícia

Ambiental localiza até cabeça de Leão Baio

Por causa daquela cautela judicial que envolve apuração circunstanciada e detalhada da ocorrência, a Polícia Ambiental não liberou o nome do vivente em cuja propriedade no interior de Campo Belo do Sul foi constatada uma situação anormal, estranha e até lamentável.

Trata-se da presença de uma série de carcaças de animais, inclusive silvestres, que supostamente foram alvo de caçada. O material estava no galpão da propriedade do suspeito, além de farta quantidade de munições e ainda armamento.

Chamou atenção, além de cabeças de javalis (que podem ser caçados se houver autorização), a presença de uma cabeça possivelmente de um Leão Baio. O animal está em extinção e o abate se caracteriza crime ambiental dos mais severos.

Na ocorrência não se tem ideia da época exata do abate do animal silvestre, mas tanto a cabeça quanto as patas do animal foram fixados numa madeira como se fosse um troféu por parte do autor do abate.

PELE DE ANIMAIS E ETC

Também foram apreendidos pelos policiais ambientais peles e couros de animais. A ‘produção’ acabou enchendo a carroceria de uma caminhonete utilizada pela Polícia Ambiental para atendimento de ocorrências no interior dos municípios abrangidos pelo Pelotão de Lages.

Carcaças de tatus, animais cuja caça e proibida, também estavam entre os materiais apreendidos, além de ossada de outros animais abatidos, cuja identificação será feita para integrar o procedimento de instrução aberto pela Polícia Ambiental

As carcaças em maior número aparentam ser de javalis de grande porte. Esses animais podem ser abatidos. Mas é preciso autorização para porte de arma, além de outros procedimentos junto à própria Polícia Ambiental.
Fotos: Polícia Ambiental/Lages
Continue Reading
Polícia

PRF e PF apreendem 700 tabletes de maconha

Policiais Federais e Rodoviários Federais estavam numa ação conjunta na BR-116. Na abordagem de caminhões checaram a nota de um possante com placas de Terra Roxa/PR. Estava carregado de milho. Porém, numa rápida averiguação os policiais, que são especializados em detectar situações suspeitas, observaram que havia um fundo falso. Com ajuda de um cão farejador confirmaram a existência de droga. Apenas não tinham ideia da quantidade. Foi necessário contar com a colaboração da Cooperplan para descarregar o milho e, a partir disso, de volta ao estacionamento interno da PRF se proceder a uma verdadeira operação para desfazer o fundo falso.

TRABALHO MINUCIOSO

Delegados da PF, agentes, o Inspetor Hass e policiais rodoviários se revezaram para desfazer o fundo falso. A placa de madeira estava praticamente lacrada, com a droga embaixo. Foi necessário recorrer até à ajuda de um serralheiro para cortar peças de metais que reforçavam o lacre do fundo falso. Encontraram 700 tabletes de maconha, droga devidamente empacotada e acondicionada no referido fundo falso. O motorista do caminhão foi preso e encaminhado ao presídio de Lages.

Professor Hass num trabalho voluntário e com experiência na serralheria ajudando o filho e Inspetor Hass a deslacrar a carga de maconha no fundo falso do caminhão

O fundo falso foi elaborado com tanto cuidado que permitiria descarregar a carga de milho (por esses buracos) sem atrapalhar ou comprometer a droga

Agentes da PF ajudaram no desfazimento do fundo falso para ter uma ideia do carregamento apreendido

Uma ideia da forma cuidadosa que os traficantes acondicionaram a carga originária do Mato Grosso

Delegado Paese (de branco) da Polícia Federal cuida do inquérito sobre a apreensão da droga, prisão do motorista e outros desdobramentos relacionados ao caso

Continue Reading
Polícia

DIC elucida assalto pós-Festa do Pinhão

DIC de Lages, comandada pelo delegado Jackson Guasselli Pessoa, prendeu três pessoas por envolvimento em um roubo de 150 mil reais de uma equipe que trabalhou na venda de bebidas na Festa do Pinhão deste ano. Fato ocorreu na manhã de domingo, 3 de junho. Era por volta de 8h30min daquele dia quando dois homens foram ao quarto em que a equipe estava hospedada. Mediante ameaça exercida com emprego de arma de fogo, amarraram as quatro pessoas que estavam no quarto e levaram uma mochila contendo o dinheiro.

A INVESTIGAÇÃO DA DIC

Investigações revelaram que o roubo só aconteceu porque teve a participação de uma das ‘vítimas’. Trata-se de Gustavo Bilhar dos Santos, o qual foi responsável por recolher todo o dinheiro arrecadado. Ele que era um dos homens de confiança da equipe. Morador de Passo Fundo/RS, Gustavo teria começado a arquitetar o crime duas semanas antes do evento. Gustavo repassou a outros dois  investigados detalhes de como o crime deveria ocorrer.

O ATO E A DIVISÃO

Os autores chegaram ao local em uma caminhonete e bateram na porta. Gustavo, como combinado, foi quem a abriu. Em uma rápida ação os suspeitos amarraram Gustavo e seus colegas de quarto – estes realmente vítimas – e levaram o dinheiro. O combinado entre eles é que cada um ficaria com 25% do valor. No mesmo dia do roubo os suspeitos retornaram a Passo Fundo e lá fizeram a divisão do dinheiro.

Na última sexta-feira, 10, policiais da DIC de Lages cumpriram mandados na cidade gaúcha, de onde voltaram, inclusive, com uma motocicleta comprada por um dos suspeitos com o dinheiro do roubo.

Foram apreendidos ainda, as armas utilizadas no crime, certa quantia em dinheiro além dos aparelhos celulares dos suspeitos.

Informações e fotos: DIC Lages

Continue Reading
Polícia

André Rau preso por sentença de 2.º grau

Jatir Fernandes antecipou em seu Notícia no Ato e a gente puxa aqui a informação sobre a prisão de André Rau Ávila. A notícia é inclusive uma resposta àqueles que comentavam que o episódio ‘não tinha dado em nada’. Trata-se da acusação de desvios apurados de R$ 232.100,00 quando Rau era diretor de DRH da Prefeitura de Lages na administração de Renatinho. O fato foi descoberto, apurado, outras pessoas denunciadas com ele foram inocentadas, mas o diretor passou a responder dois tipos de processos em decorrência do episódio.

OS PROCESSOS

Um dos processos na esfera cível buscou a ‘repatriação’ do dinheiro desviado aos cofres municipais. Já em relação à esfera penal, a acusação foi de peculato, movida pelo Ministério Público e que teve andamento na 3.ª Vara Cível de Lages, onde saiu uma sentença de 8 anos. Em liberdade e residindo em Itapema, André Rau recorreu ao TJ/SC onde conseguiu reformar a sentença para a metade desse tempo.

PRISÃO HÁ 40 DIAS

No dia 14 de junho, portanto, há 40 dias, saiu o mandado de prisão contra André Rau, após esgotado o recurso em 2.º grau – ele pode recorrer a graus superiores, mas preso. No despacho, o Magistrado que determinou a prisão observou que ele já esteve preso no período de 21 de setembro a 13 de dezembro de 2012, quantitativo que deve ser considerado para abater da pena.

André Rau, nesse registro de arquivo quando da prisão às véspera da eleição de 2012, irá cumprir pena em regime semiaberto, podendo, portanto, deixar a cadeia durante o dia para trabalhar

Continue Reading