Cotidiano

Apae sem interesse pelo Recanto do Pinhão

Informação é confirmada pelo Superintendente da Fundação Cultural, Gilberto Ronconi, a quem está atribuída a função de gerir o chamamento de entidades filantrópicas e sem fins lucrativos para atuar nos estandes do Recanto do Pinhão. Ao todo são oito espaços previstos para a praça do Terminal Urbano, onde acontecerão os shows deste ano, já que o Calçadão da João Costa está sendo revitalizado.

SEM INTERESSE DA APAE 

Foram definidas sete entidades para ocupar os espaços, sendo que o oitavo estande se destina à Apae. Porém, de acordo com as informações de Ronconi, a entidade não demonstrou interesse em operar a estrutura, produzindo pratos e bebidas para comercializar e, com isso, conseguir um faturamento médio não inferior a R$ 40 mil. “É uma das formas de ajudarmos a Apae nessa iniciativa. Mas se não há interesse, não podemos forçar”, explica Ronconi.

No último domingo de Recanto do Pinhão ano passado o registro acima dá ideia de como ficou o Calçadão. É esse público que consome nas barracas, de onde se viabiliza recursos que ajudam as entidades de Lages.

NATURALMENTE QUE…

A Apae deve ter alguma razão para o recolhimento do evento, perfeitamente justificável. Entretanto, como a entidade enfrenta dificuldades de ordem financeira pelo não repasse de recursos costumeiros pela Prefeitura de Lages, devido ao marco regulatório, a atuação no Recanto do Pinhão poderia ser a oportunidade de agregar algum valor para ajudar na manutenção.

Compartilhe

1 comentário para: “Apae sem interesse pelo Recanto do Pinhão”

  1. Caro Edson,
    referente ao seu comentário em relação a minha pessoa e também a APAE, informo o seguinte:
    Foram abertas as inscrições para o Credenciamento de Entidades Beneficentes e Filantrópicas interessadas em participar do Recanto do Pinhão 2019. As entidades precisavam juntar a documentação necessária conforme edital publicado.
    07 entidades estão aptas após análise de documentos.
    A APAE, assim como outras entidades de nossa cidade, não se credenciaram, o que inviabiliza nesse momento a sua participação.
    A sua declaração “…o oitavo estande se destina à APAE…” não é correta. Não podemos de forma alguma, destinar um espaço para qualquer que seja a entidade, sem passar pelo credenciamento na forma da lei.
    Temo o maior interesse em ajudar todas as entidades de nossa cidade, desde que seja tudo conforme está no Edital de Credenciamento.
    grato
    Giba Ronconi – Superintendente da Fundação Cultural de Lages

Deixe uma resposta para Giba Ronconi Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *