Cotidiano

C. Alto: Carro oficial 100% acima do limite

Agentes de Trânsito seguem realizando um trabalho importante e necessário de identificação de excesso de velocidade nas vias urbanas de Lages. As operações com radar são diárias. São executadas nas avenidas onde o limite é 60 km/h e também nos acessos onde é de 80 km/h a velocidade permitida. E são constantes os flagrantes de tráfego acima do limite, mesmo naqueles locais onde os agentes retornam em outros dias para repetir a operação. E nessas ações surgem, às vezes, exemplos de excesso potencializado.

EXEMPLO DISSO

Na operação com radar realizada na manhã de quinta-feira, 16, um veículo foi flagrado a 160 km/h. Pelos dados constantes do registro junto ao Detran, trata-se de um automóvel registrado em nome da Prefeitura de Capão Alto. Ou seja, veículo oficial ‘voando’ em aceleradas que chegam ao dobro da velocidade permitida para o trecho da saída de Lages em direção a Capão Alto.

Por se tratar de veículo público e oficial, nem precisaria deixar de mostrar a placa

O QUE OCORRE NESSES CASOS?

A área competente da Prefeitura de Capão Alto deve identificar, através do horário, quem está pilotando o veículo. Feito isso, ao receber a notificação, deve informar o nome e CNH do ‘barrichello’ para que esse receba a multa de R$ 881,00 e seja submetido ao processo de suspensão do direito de dirigir. Caso não haja tal providência, a multa vai para a própria prefeitura. E nesse caso, por omissão, o prefeito pode até responder por crime de responsabilidade, já que tem obrigação de repassar ao servidor o ônus da imprudência, sem que tal comportamento renda prejuízo aos cofres municipais.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *