Cotidiano

Carmen: ‘Risco’ enfermagem à distância

Deputada federal Carmen Zanotto classificou de ‘risco real’ para os pacientes os cursos de enfermagem a distância, como prevê proposta em tramitação na Câmara. Ela aponta que:

“Não podemos imaginar a aprovação de um curso de enfermagem, em que grande parte do conteúdo foi realizado por ensino à distância. Isso é um risco real aos pacientes. Chegou a hora de discutirmos que tipo de profissional queremos entregar para a sociedade”.

AINDA SOBRE O ASSUNTO

O projeto polêmico vem dividindo opiniões desde a tramitação na Comissão de Educação, quando foi aprovada alteração permitindo incentivo a esses cursos, apesar de o projeto original proibir o incentivo do governo ao desenvolvimento e veiculação de programas de ensino a distância em cursos da área de saúde. “O profissional só saberá repassar os sintomas de um paciente se receber esse treinamento durante sua formação acadêmica”.

ELA DISSE MAIS: “O ensino à distância na área de enfermagem afasta os estudantes da prática do dia-a-dia. Não podemos colocar em risco a saúde da população”.

 

CORPORATIVISMO?

Atualizamos a informação do posicionamento de deputada Carmen Zanotto, inserindo aqui alguns contrapontos recebidos. O entendimento é de que a parlamentar, que é enfermeira, posiciona-se de forma corporativa e não numa visão mais ampla e social. Postura que permitiria que mais pessoas buscassem conhecimento e formação, no sistema diferenciado de aprendizagem, mas não menos importante. Até porque, à medida que ocorre a formação, profissionais de enfermagem (inclusive aquelas já formadas no ensino presencial), são submetidas à atualização constante nas estruturas onde atuam, quer na área pública ou privada. Ou seja, não seria o ensino à distância que tornaria uma profissional menos enfermeira que aquela qualificada no ensino presencial.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *