Cotidiano

Menos mortes, mais casos em Lages

DADOS DA COVID-19 NO BOLETIM DA SECRETARIA DA SAÚDE

O boletim epidemiológico divulgado nesta semana pela Secretaria da Saúde de Lages apresenta duas interpretações. Uma delas é certo alívio pela redução do número de óbitos. Embora lamentáveis, os registros ocorridos, mas foram apenas oito nos últimos 30 dias. Diferentemente daquilo registrado em agosto quando foram totalizados 43 mortes em Lages. E a outra interpretação se refere ao preocupante aumento de casos.

Esta foi a fase mais aguda da pandemia em Lages com 43 mortes no mês de agosto (os números acima não são 66 e 44, mas seis óbitos no dia 4 e seis no dia cinco de agosto. Depois quatro no dia 24 e quatro no dia 25). Bairros Conta Dinheiro com 10 e Petrópolis com 9, são aqueles com maior registro de óbitos em Lages.

AUMENTO DE CASOS

Considerando a terça-feira, 13 – pós-feriado da Padroeira do Brasil – Lages registrou um aumento de 172% no número de pessoas em isolamento. Nem credite esse aumento ao feriado prolongado porque eventuais viagens naquele feriadão não apresentam o imediato diagnóstico em pessoas que possam ter contraído a doença.

Aqui os dados preocupantes. Embora tenha ocorrido uma redução de 20% no número de internados, houve aumento no número de pessoas em isolamento no intervalo de uma semana

Compartilhe

1 comentário para: “Menos mortes, mais casos em Lages”

  1. Edson, não vi nos últimos decretos estaduais e nem municipais a proibição de reuniões. Está permitido? se sim com quais restrições.
    Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *