Cotidiano

Presos vão trabalhar nas ruas em Lages

Termo de Parceria Laboral entre o Município de Lages e o Governo do Estado foi firmado. Documento prevê que a partir desta segunda-feira, 09, um total de 15 reeducandos (evita-se o termo detento) do Presídio Regional de Lages (bairro bairro São Cristóvão), iniciem nos trabalhos de serviços gerais de limpeza urbana e manutenção de vias (calçamentos).

PODE SER AMPLIADO

Reunião definiu detalhes de como será executada esta parceria. De acordo com o diretor do Presídio Regional, Diego Costa Lopes, este convênio poderá ser ampliado em um segundo momento. “Estes reeducandos estão em nosso sistema com participação de bom comportamento e disciplina. Quando estiverem trabalhando nas ruas eles seguirão as mesmas regras de uma unidade prisional”, salienta.

FORMA DE TRABALHO

Os 15 reeducandos irão trabalhar de segunda a sexta-feira, das 13 às 19 horas. Para cada três dias trabalhados é reduzido um dia da pena. Eles também irão receber um salário mínimo, atualmente R$ 998,00, pago pela prefeitura via depósito bancário. Deste valor, 25% serão revertidas para o fundo das atividades socioeducativas da Administração Prisional.

Nesta reunião realizada na Fundação Cultural, secretário João Alberto (Obras) detalhou o trabalho que os reeducandos executarão nas ruas. Todos os 15 que irão trabalhar nessa iniciativa estiveram presentes ouvindo as orientações e informações.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *