Cotidiano

Escuridão normal: Terremoto longe de Lages

Não, não houve nenhum tremelique nos prédios de Lages. E se houvesse seria creditado a algum movimento brusco da Serpente do Tanque. Em Santa Catarina o abalo sísmico que atingiu a Bolívia ‘foi sentido’ somente em Itajaí.

LAGES ÀS ESCURAS

Há alguns dias o lageano anda meio desconfiado com o que tem acontecido na cidade. A escuridão tem prevalecido. Tudo por causa do serelepe Saci Pererê que estaria aprontando. Termo que os protagonistas chamam de vandalismo. O Datalages, instituto de pesquisa que não existe, calcula que 70% da Avenida Duque de Caxias esteja sem luminárias acesas à noite. O instituto não existe, mas a escuridão é de certeza.

FUSO HORÁRIO

Há ainda o caso de luminárias que funcionam com o fuso horário japonês. Assim ficam acesas de dia aqui e à noite desligam. Ainda não está definido em que fuso horário está o gestor que deveria cuidar dessa escuridão do dianho.

VEM PRA TREVA

Como é acostumado ao sofrimento, o lageano acaba transformando o desconforto em piada. Tanto que tem gente acreditando que amanhã nem vai acontecer o movimento Vem Pra Rua. Numa mensagem recebida o internauta espirituoso sugere que se faça o movimento Vem Pra Treva. Todo mundo com vela na mão!

Perspectiva de um canto da avenida Duque de Caxias daqui 15 dias…

CADA HISTÓRIA

Informação NÃO oficial do Paço indicaria que essa penumbra que toma conta da cidade fez parte de uma estratégia de quaresma. Sem luz, os lobisomens não sairiam importunar os paroquianos. Enquanto isso, a Mula sem Cabeça teria feito o processo seletivo e aguarda chamamento para trabalhar no Paço. Quer atuar na área da iluminação pública. Consta que até uma Mula Sem Cabeça deixaria a cidade melhor!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *