Cotidiano

Há 5 anos Lages se despedia de Renatinho

Foi numa tarde de frio daquele 27 de agosto de 2015 que Renato Nunes de Oliveira, o Renatinho, era sepultado. Ele falecera no dia 26 em decorrência de complicações causadas pelo câncer que enfrentava desde o final de seu mandato como prefeito de Lages. Frequentemente a gente recorda a trajetória de Renatinho porque sua postura discreta na política lhe rendeu um capítulo e tanto na história de Lages.

Registro de arquivo daquela tarde triste do velório do ex-prefeito inclusive com a presença do então governador Colombo, de quem Renatinho fora vice em 2000 e 2004 e no ano de 2008 venceu candidatos apoiados por Colombo e LHS em Lages

PREFEITO DOS PROJETOS

Citaria alguns projetos viabilizados nos tempos que Renatinho foi prefeito. Os complexos Araucária e Ponte Grande se constituem na referência em saneamento em Lages. Com recursos federais, tais obras se constituem divisor de águas em relação ao tratamento de esgoto na cidade. Obras que não aparecem muito, mas que significam qualidade de vida às pessoas.

PREFEITO DA TRAVESSIA

Também se coloque na conta de Renatinho a visão de futuro quando bancou, através de recursos municipais, o projeto para a implantação da travessia urbana de Lages da BR-282. Não fosse o arrojo daquela época – enfrentando combates do tipo “você é louco bancar um projeto de R$ 1 milhão de uma obra que é federal” – até hoje teríamos aquele semáforo na Camões e filas para os dois lados da rodovia que corta Lages.

Sempre citamos o exemplo dessa obra na travessia urbana da BR-282 que somente se tornou possível porque Renatinho bancou a elaboração do projeto de mais de R$ 1 milhão para que depois os recursos federais fossem aportados para a obra em si

Compartilhe

3 comentários para: “Há 5 anos Lages se despedia de Renatinho”

  1. Renatinho não era um político de destaque, nem bom orador, muito menos carismático. Elegeu -se como forma de protesto a então aliança Colombo-coruja. Mas a sua gestão foi uma boa surpresa, destacaria também o término da remodelação da D. Pedro. Acho que precisamos mais líderes do velho estilo feijão com arroz.

  2. Renato foi um bom prefeito, e apesar de sempre estarmos em lados opostos na política, foi um amigo de uma vida inteira. É daquelas pessoas que a gente sente falta. Meu abraço a todos os seus familiares!

  3. Edson, não podemos deixar de lembrar do que o Prefeito Renatinho realizou na habitação, onde foram construídos vários empreendimentos oportunizando a população de baixa renda moradia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *