Cotidiano

Lages: Mais comissionados que a lei prevê?

A partir da postagem de que Lages está ‘comportadinha’ em relação ao número de comissionados já que ao assumir o prefeito Ceron mandou lei para a Câmara de Vereadores tabulando em 299 vagas, uma pulga corre para trás da orelha com o print abaixo.

Se a legislação indica 299 cargos em comissão, o portal transparência não poderia estar indicando que há 333 viventes frequentando o Paço nessa condição. E está bem claro que a entidade é prefeitura e o mês é abril deste ano.

ESCLARECENDO O DESENCONTRO

DE NÚMEROS DE COMISSIONADOS

Logo abaixo do número de 333 comissionados aparece a quantidade de servidores efetivos em comissão: 66. Significa dizer que a prefeitura não ‘importou’ nem 299 pessoas para integrar a equipe como admite a legislação. São 267 pessoas estranhas ao corpo funcional efetivo atuando no Paço. Outros 66 cargos comissionados foram ocupados pelos próprios servidores efetivos, numa demonstração de valorização daqueles que já estão no serviço público.

E…

Com isso, se eles recebem menos que o salário do cargo comissionado têm apenas a diferença acrescida a título de gratificação pela função. Se recebem igual ou mais, não há gasto a mais para ocupar a função comissionada.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *