Cotidiano

Lages quer regulamentar Food Truck

Reunião tratou da regulamentação do serviço de food trucks em Lages. Pedido principal dos empresários do ramo é que seja criada uma lei municipal específica para tratar do assunto. Atualmente carrinhos de lanche instalados atuam sem a licença para o empreendimento.

MULTAS E INTERDIÇÕES

Membros da futura Associação Food Truck Lages argumentaram sobre as dificuldades de se trabalhar sem a regulamentação. A falta da concessão do alvará tem implicado em multas e até mesmo a interdição dos veículos utilizados para o comércio de bebidas e comidas do gênero. Essa situação gera insegurança. “Esse é o nosso ganha pão. São famílias inteiras que dependem desse serviço”, disse o representante da categoria, Antonio Marco Amancio.

Vereadores ouviram aqueles que atuam no ramo, mas que buscam regulamentação para a atividade através de uma lei municipal

PM E PREFEITURA

Órgãos fiscalizadores ouviram reivindicações e esclareceram dúvidas sobre o processo de regulamentação do serviço. A PM explicou que as abordagens feitas nos carrinhos food trucks são exclusivamente visando manter a ordem pública.

Prefeitura (através de Tchá Tchá ao microfone) informou aos comerciantes que trabalha no mapeamento dos pontos e na minuta do projeto de lei que regulamente o uso destes espaços. “Junto a procuradoria estudamos a melhor forma, via chamamento público, de proporcionar a esses empreendedores um trabalho dentro de uma normatização”, falou o secretário Euclides Mecabô.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *