Cotidiano

Limpeza: Até tartaruga nas águas do Tanque

Esse registro é dos últimos dias de outubro quando o secretário Delfes (Meio Ambiente) conferiu in loco a providência necessária para a limpeza do Tanque, o tradicional parque lageano. Três semanas depois, a equipe liderada por ele entrou em ação.

Aqui o ‘patrulhamento’ para impedir que o lixo jogado nas águas entupisse no canal que passa por baixo da Biblioteca e segue em direção ao Carahá

O trabalho conta com ajuda até da Bob Cat, o tratorzinho da limpeza que acelerou a retirada de lodo e lama das ‘profundezas’ do lago

Um vistaço maior do esvaziamento depois da retirada dos peixes que retornarão após a água ser reposta

LIXO E ATÉ TARTARUGA

Chama atenção a quantidade de lixo que foi retirado das águas. Pedras, garrafas (algumas quebradas), acessórios e outros itens. Um dos colaboradores da Secretaria de Meio Ambiente conta que avistou uma casca e, ao virá-la, percebeu que era uma tartaruga. Acredita que o bicho se criou no local desde pequena.

Uma ideia do lodo no fundo e a tartaruga localizada nas águas dividindo espaço com os peixes ornamentais que frequentam o Tanque

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *