Cotidiano

Repercute o fiasco no Centro Serra

Porque outras formaturas virão, outros eventos acontecerão e para que haja um repensar de quem administra o Centro de Eventos de Lages, a gente puxa os comentários a respeito da prática questionável de não deixar veículos que transportam o público adentrar até as imediações da portaria para levar as pessoas.

Quem chega de táxi ao Centro Serra ou através de outro serviço de transporte, precisa deixar passageiros no portão externo, tendo as pessoas que percorrer a pé pela calçada ou pedra brita. Falta apenas bom senso para liberar esse acesso que é absolutamente temporário.

WALDIR DO UBER – “Sou motorista de aplicativo. Levei várias pessoas à festa e concordo: foi uma falta de respeito com o público deixar la na entrada. Ficava com vergonha dizer que tinha que deixar lá na entrada. Falta de respeito com visitantes”.

ANA PAULA BUENO – “Fomos na formatura de Medicina ano passado, na mesma data. E pior é que estava muito frio e chuvoso na madrugada. Quem optou por táxi ou Uber tivemos que ir até a entrada, com salto alto, criança e chuva. Falta de respeito. O que custa deixar os carros entrar e delimitar alguns minutos a eles?”

TEEM CAMILO – “Uma palavra só: ganância! Mas ali isso é normal. Pense quando chove, estão nem aí. Feio que fica para Lages”.

CLUBE CAÇA E TIRO

TAMBÉM FAZ ISSO

Internautas comentam que no Clube Caça e Tiro a prática é a mesma. Embora no caso do referido clube o ambiente interno seja asfaltado, onde o deslocamento até o salão de baile seja mais confortável, taxistas e motoristas de aplicativo não podem adentrar à parte interna, levando passageiros. Não há lógica e nem bom senso nisso, visto que a diretoria do Clube Caça e Tiro deveria incentivar seus frequentadores e convidados a se deslocar para eventos (como bailes) de táxi ou outro serviço de transporte, já que a maioria acaba ingerindo bebida alcoólica.

Frequentadores de eventos no Caça e Tiro, que se deslocaram de táxi ou Uber, também estranham a limitação que impõe a obrigação de descer na portaria e trechar a pé até o salão lá perto do rio

 

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *