Cotidiano

Retratos de tempos recentes em Lages

Dando uma garimpada nos registros que ajudam a edificar Além do Continente das Lajens – obra que relatará um pedaço da história de Lages a partir da metade da década de 1980 – a gente se depara com realidades que evidenciam o quanto o tempo passa. Daí puxamos para a página fotos de uns dias atrás para consumirmos nesses tempos de agora.

INTER 71 ANOS DIA 13

O Tio Vida naqueles tempos da Rua Humberto de Campos de paralelepípedo com mão dupla e sem o Stock Center que o município autorizou a construção numa área residencial que deu até Ministério Público

Esse registro vai completar 10 anos em agosto de 2020 com Patrick Cruz, o jornalista mais colorado que a gente conhece. E no sábado da semana que vem – o 13 de junho quando nasceu nosso querido esquadrão – o Inter de todos nós completa 71 anos de existência.

 

ÉRAMOS SEIS

Aquela bronca histórica do Jura e de Colombo em Ranzolin com Celso Calcagnotto ao fundo e os saudosos Marcelo Schlichiting e Renatinho

É julho de 2010. Colombo era Senador e, naquele ano, elegeria-se para seu primeiro mandato como governador. Nesse registro ganhando um upa e promessa de voto do compadre!

 

DAQUELES HOMENS FORTES DAS LAJENS

Nas minhas anotações esse registro é de 2004. Affonso Maximiliano Ribeiro aparece meio cansadinho no registro? Que nada. Tinha então 86 anos. Neste 2020 completou 102 anos e segue firme na peleia sendo referência!

 

UM ABRAÇO, DUAS HISTÓRIAS

Antes de tudo acontecer. Antes de se ganhar e se perder. Antes de se calar e se dizer. Antes de se comemorar e o outro sofrer. Lá no dia da Padroeira, naquele agosto de 2010, Colombo no Senado e Elizeu Deputado. Naquele ano, um virou governador. Dois anos depois, o outro prefeito de Lages. E daí tem toda uma história sendo escrita sobre os personagens da foto!

OBRA DE RENATINHO – O GIGANTE

Estamos em 2010 nesse registro. Foi de Renatinho, o então prefeito, a ideia de bancar o custo de um projeto na ordem de R$ 1 milhão para implantar a travessia urbana da BR-282 mudando essa paisagem do retrato. Depois com a obra, a prefeitura recebeu esse R$ 1 milhão de volta em ISS da empresa que executou o trabalho.

Compartilhe

3 comentários para: “Retratos de tempos recentes em Lages”

  1. Obrigado Edson por sempre em suas publicações tratar a memória de meu Pai Renato (Renatinho) com muito carinho e admiração.

  2. Olá Edson embora não o conheça pessoalmente, o que gostaria muito, venho dizer que gosto muito quando você faz esse apanhado de fotos antigas. Essas retrospectivas são saudosas de um tempo bom que não volta mais mas estão vivos na memória.
    parabéns pelo seu trabalho!
    obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *