Cotidiano

Seara do Bem: Agressão gera repúdio

Semana passada um médico ficou com o rosto desfigurado após uma agressão sofrida enquanto atendia uma mulher em pré-trabalho de parto. O profissional precisou passar por cirurgia restauradora da face e o episódio mereceu repúdio em todas as circunstâncias. Caso aconteceu em Itajaí.

JÁ EM LAGES

Guardadas as proporções, na manhã do feriado de 15 de novembro, acompanhante de paciente do Hospital Seara do Bem também extrapolou os limites do diálogo e até mesmo do protesto, partindo para agressões físicas e verbais contra um colaborador da instituição. Como se esse tipo de comportamento fosse resolver sua angústia decorrente do problema que levava seu familiar até a busca de atendimento.

NOTA DO HOSPITAL

Por certo as imagens da postura do causador do episódio servirão para embasar as providências a serem tomadas. Esse tipo de ato precisa de punição até para servir de exemplo para que outros não o façam. Até porque, se tal tipo de situação virar corriqueira, fugiremos da civilidade que deve nortear a relação entre as pessoas.

Nada justifica uma agressão!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *