Cotidiano

Samuel aponta ações para novas moradias

Ainda está em banho maria a liberação da área federal no bairro Ferrovia onde a prefeitura pretende colocar até 200 famílias deslocadas de áreas de riscos e de espaços onde há determinação de desafetação. É o caso de moradores do bairro Chapada, ali na frente do aeroporto, onde há sentença judicial determinando demolições e o município pretende levar tais famílias para o novo loteamento. Porém, como é área federal (essa da Ferrovia) ainda é preciso vencer a burocracia no DF para acessar o terreno e fazer as melhorias que antecedem a ocupação.

ENQUANTO ISSO…

Secretário Samuel Ramos comemora a resolução de alguns problemas na área habitacional, beneficiando famílias em vulnerabilidade social. Pessoas que tiveram casas destruídas por incêndios ou ficaram sem moradia por causa de situações diversas e adversas. Segundo Samuel, algumas das moradias inclusive foram construídas em parcerias como no caso da madeira doada daquelas árvores cortadas às margens da BR-282, a partir de determinação judicial.

Aqui uma casa no bairro Gralha Azul sendo concluída com janelas de reuso (reaproveitamento de construções) e madeiras doadas das margens da rodovia. A família que passa a morar aqui estava em aluguel social e a providência dá um novo lar às pessoas e desonera o município. No registro o secretário com a diretora Ana Rita, que cuida da área de Habitação ligada à Assistência Social

 

E VEM AÍ A ESTRUTURA

DENOMINADA GUARUJÁ SOCIAL

Na passagem pelos bairros do lado de lá dos trilhos onde conferiu o patrolamento de ruas no Tributo, Guarujá e imediações, prefeito Ceron acompanhou o secretário Samuel Ramos no início das obras de um projeto social denominado Guarujá Social. Trata-se de uma estrutura ali na frente do Mezalira da rua 31 de Março para atender pessoas e famílias em vulnerabilidade social. “Será um espaço com conselhos e ações práticas para ajudar a comunidade. A casa está sendo construída em madeira com a cobertura doada pelo Gaeco e as janelas oriundas do antigo colégio Aristiliano Ramos”, aponta o secretário Samuel.

Prefeito Ceron proseando com a equipe que está fazendo a fase inicial da construção que abrigará o projeto Guarujá Social

Diretora Ana Rita, secretário Samuel e o prefeito Ceron conferem detalhes do projeto que já estão em execução na rua 31 de Março no bairro Guarujá

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *