Cotidiano

TAC: Rua ‘diamarelo’ no Sagrado em Lages

Mereceria aprofundar análise das circunstâncias que se deram na aprovação do projeto para a implantação da unidade do Atacadista Stock Center ali do ladinho do estádio. Não que tenha se cometido alguma irregularidade por parte das partes. Porém, soa estranho a sequência de procedimentos que são adotados para estancar os inconvenientes decorrentes da presença do empreendimento naquela zona residencial.

ASSINATURA DE TAC 

A situação é tão complexa que rendeu até um Termo de Ajustamento de Conduta assinado pelo município perante o Ministério Público. Nesse TAC se estabeleceu regramentos para tentar proteger a comunidade local. Entre esses, está a questão do fluxo de veículos pesados nas imediações do Atacarejo. Em vias como Hirto Melegari e adjacências, fixou-se placas proibindo que caminhões pesados estacionem. O trecho inicial dessa via também foi asfaltado pela empresa para reduzir a trepidação provocada pelos caminhões.

MAIS PROVIDÊNCIA

Nesta semana a prefeitura, através da área de trânsito, dando sequência ao atendimento do TAC, amarelou os meios fios da Rua Jairo Luís Ramos, que começa na Humberto de Campos (na frente do Stock) e vai até a Duque de Caxias. Ao longo do trajeto, nos dois sentidos, foi proibido o estacionamento de veículos (exceto os leves). Medida é para impedir que caminhões utilizem a via, embora bem larga, como estacionamento para aguardar descarregamento.

Porque algo de errado não está certo, técnicos fixaram placas de proibição de estacionamento e todos esses meios fios (que você ainda vê na foto zebrados), estão agora pintados de amarelo

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *