Cotidiano

WC: Jair Júnior se equivoca. De novo?

SUPERFATURAMENTO NA LICITAÇÃO DE BANHEIROS OU…

Não havíamos entrado no assunto, até porque falar sobre banheiros não cheira bem. Ademais, se dar ressonância a toda picuinha que se instala na paróquia acaba cansando quem frequenta a página. Porém, o assunto segue sendo remexido. Daí merece ir atrás das informações para que uma mentira repetida várias vezes não se torne verdade.

O QUE TEM ACONTECIDO?

Na esfera política o advento da pandemia tem levado a ‘nova’ oposição lageana ao surto. Isso se evidencia no trabalho que tem seus méritos, mas também seus deslizes do vereador Jair Júnior (Podemos). Ocorre que o vereador, usando a base de seguidores das redes sociais, coloca conteúdo nem sempre embasado na realidade. Isso expõe aparentes irregularidades, mas com consistência frágil que não resiste a um aprofundamento de informações.

SOBRE OS BANHEIROS

DO CENTRO DE TRIAGEM

Jair Júnior foi para frente do Centro de Triagem ‘denunciar’ superfaturamento na licitação para colocação de banheiros químicos no local. Fez um comparativo com banheiros locados em Concórdia com valores bem mais em conta e ainda argumentou que seria mais vantajoso comprar os tais banheiros e não licitar.

Local onde foram instalados banheiros químicos geradores de questionamento

O QUE DE FATO ACONTECE

Empresa Banxap Banheiros Móveis enviou nota informativa e técnica sobre o assunto. O conteúdo evidencia o desconhecimento do vereador Jair Júnior, ao denunciar algo sem conhecimento, sem saber o que acontece de fato. Em linhas gerais a empresa explica que:

LAGES E CONCÓRDIA

Licitação de Lages – a R$ 189,00 a diária – é para 30 dias e limpeza diária. Aquela de Concórdia – de R$ 42,00 por dia – é contrato por 12 meses e limpeza 4 vezes por semana. E outro pregão em Concórdia nos mesmos parâmetros de Lages, o valor oscila entre R$ 170,00 e R$ 200,00 a diária. Na diária de Lages a R$ 189,00 está incluso o serviço de limpeza e sucção com deslocamento para estação de tratamento de efluentes licenciada pelo IMA na cidade de Caçador. Significa que os dejetos (urina e cocô) de Lages viajam 200 km.

A empresa Banxap abre seus dados, apontando que depende da quantidade de dias que se faz a limpeza, do número de banheiros locados, para fixar valores. Coloca valores de Concórdia, Lages e outras cidades onde participou de licitação na modalidade pregão

COMPRA PELA PREFEITURA

Jair Júnior questiona que seria mais barato a prefeitura comprar banheiros químicos. É desconhecimento essa informação. A razão é simples. Segundo a empresa, a prefeitura teria que ter licenciamento ambiental específico para operar esse tipo de atividade. Teria que dispor de caminhões tanques licenciados no IMA, servidores para operar devidamente qualificados, incluindo na lista de funcionários engenheiro químico ou sanitarista. Também precisaria contrato com empresa credenciada junto ao IMA e Ibama para tratamento de dejetos.

PORTANTO

Vamos seguir destacando os esperneios do vereador Jair Júnior porque, em muitas ponderações, há razões naquilo que ele levanta. Porém, há conteúdos que o pequeno grande homem precisa ser mais cauteloso para não jogar dejetos dos banheiros químicos no ventilador e respingar em quem dá propagação àquilo relatado. Fiscalizar é preciso. Fazê-lo com responsabilidade em cima de realidades fáticas, indispensável.

Naturalmente se o vereador Jair Júnior quiser apontar um contraponto ao conteúdo exposto fique à vontade que é de graça e não dói nada. Do contrário, puxa a descarta e toca a peleia sem surto

CONTRAPONTO

Com a palavra o vereador Jair Júnior:

“Seu post foi completamente destoante da realidade. Nas mesmas condições que Lages contratou, a empresa não consegue comprovar. Quanta demagogia falar que o cara limpa todo dia (consegue provar através dos MTR?), onde todo mundo sabe que a Banxap/Ecoban possui um caminhão com capacidade de 4 mil litros na cidade de Lages. Agora o cara vai me dizer que suga 100 litros de dejetos e já leva para Caçador todo dia?

SUPERFATURAMENTO NA LICITAÇÃO DE BANHEIROS OU…. (qual licitação? Quais empresas forneceram orçamentos? Porque a prefeitura está escondendo tanto os documentos?”

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *