Economia

10.000 lageanos ‘afetados’ pela reforma

Colega fez levantamento sobre os efeitos da reforma da previdência aos trabalhadores lageanos. De acordo com os dados do Caged (Ministério do Trabalho), considerando as chamadas vagas flutuantes, Lages possui 39.692 trabalhadores na iniciativa privada com CTPS.

E MAIS

Some-se a isso um quantitativo estimado de 8.000 servidores públicos nas diferentes esferas em regime estatutário. Desse quantitativo, calcula-se um número próximo a 10 mil trabalhadores que serão afetados a curto prazo pelas novas regras a entrar em vigor com a reforma da previdência, principalmente retardando o acesso à aposentadoria.

PRINCIPAL PONTO

O que mais afeta alguns setores é a ausência de transição (pelo menos por enquanto). Se na iniciativa privada há transição àqueles que estão há 2 anos de aposentadoria, a mesma regra não existe ao serviço público. Também o teto de idade com 65 anos para homens e 62 para mulheres, independente do tempo de contribuição, afeta aqueles mais próximos do benefício.

CARMEN MANTÉM VOTO

Única representante da Serra Catarinense na Câmara Federal, deputada Carmen Zanotto manteve o voto no segundo turno pela reforma. Todos os oito deputados co Cidadania, sigla que ela integra, votaram favoráveis à proposta.

A reforma foi aprovada em segundo turno na Câmara com votos do Cidadania, partido que a deputada lageana, Carmen Zanotto, integra

Compartilhe

2 comentários para: “10.000 lageanos ‘afetados’ pela reforma”

  1. Brincadeira. Ela a ilustrissima Deputada. Se aposentou!!! Muito bem!! Sem contar as benesses do cargo que ocupa. Agora seus desavisados eleitores. Coitados.!!! Agora no período de eleição. Vem as mentiras nós bairros.

  2. vote disgrassedo, vote vote !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Falta de aviso não é, é burríçi mesmo desses burraldinos !!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *