Economia

2018 – 2019: Lages tem 199 habitantes a menos

Estão quentinhos os dados da estimativa que o IBGE divulga todo ano sobre a população dos 5.569 municípios. Os números foram divulgados neste 28 de agosto e indicam que Lages apontam uma leve redução no número de moradores. Éramos 157.743 viventes ano passado na paróquia.

E…

De acordo com a análise absolutamente teórica dos técnicos do IBGE que consideram a alternância dos números entre os dois últimos Censos Demográficos, a maior cidade da Serra Catarinense tem menos gente residindo nestes pagos. Exatamente 199 a menos. São 157.544 habitantes.

Pegamos essa imagem bagual do Marlon Sá Molim da MSM Imagens Aéreas para mostrar esse esparramo da cidade que está transbordando de novas moradias, mas que para o IBGE que apontou no Censo de 2010 exatos 156.727 moradores, agora 9 anos depois somos apenas 817 viventes a mais. É como se na média, a cidade não aumentasse nem 100 habitantes a mais por ano!

Compartilhe

2 comentários para: “2018 – 2019: Lages tem 199 habitantes a menos”

  1. Só eu que acho que essa conta não fecha? Claro que a cidade não é a que mais cresce no estado, mas segundo esses dados ela não cresceu praticamente nada. E conforme andamos pela cidade da pra notar a clara evolução e crescimento que não bate com essas dados do IBGE há anos.

  2. Edson, temos variáveis a serem observadas neste contexto.

    1-Trabalhei com recenseador no ano de 2010, e sei de várias regiões, que nos últimos 15 dias do prazo para o fim do recenseamento, foram preenchidas no modo “automático” pelos funcionários. Isso surgiu de uma ordem dos “chefes” pois não haveria tempo hábil para entrar em contato/visitar todos os moradores. Principalmente na região central, onde é histórica a não adesão dos moradores dos prédios à visita dos coletes azuis. Então, a partir disto temos duas opções, ou os números de 2010 estão a baixo da realidade, e os lançado agora estão certos, e o crescimento populacional foi maior. Ou desde 2010, temos dados errados, seja para maior ou menor, e essa projeção está errada de qualquer forma.

    2-A configuração das famílias vem se modificando com o tempo. Se antigamente as famílias eram compostas por 3, 4 e até filhos, hoje os casais se planejam e tem no máximo até 2. Logo, por mais que existam novas casas, elas estão menos habitadas, inclusive por pessoas que vivem sozinha, e por aqueles que optaram por não ter filhos.

    Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *