Economia

Arrecadação cai nas cidades e no Estado

EM JUNHO HOUVE QUEDA DE 15,6% EM SC

Secretaria da Fazenda está compartilhando os dados consolidados da queda da arrecadação de ICMS no mês de junho: 15,6% em relação ao mesmo período de 2020. Esse percentual a menor tem impacto direto na receita dos municípios, visto que essa redução resulta da diminuição da movimentação financeira nos municípios, chegando-se a essa patamar consolidado no Estado.

QUEDA NOS MUNICÍPIOS

Lages registrou redução de percentual nessa ordem de 15% no ‘primeiro mês cheio’ de pandemia – abril. Há ainda a consolidação de dados de maio e junho para se ter ideia da diminuição no trimestre. Mas no somatório, Lages pode ter deixado de arrecadar pelo menos uns R$ 15 milhões entre abril e junho.

MAIS NA SERRA

Na mesma linha, municípios de economia mais desenvolvida, como Otacílio Costa, também amargam quedas. No somatório de 60 dias da pandemia, prefeito Tio Ligas havia informado de diminuição de R$ 1.300.000,00 naquilo arrecadado em relação ao mesmo período do ano passado. No somatório do trimestre (abril a junho), a redução da receita na terceira maior economia da Serra Catarinense pode passar dos R$ 2 milhões.

Prefeito de Otacílio Costa fechou dados dos dois primeiros meses da pandemia com reflexo negativo de R$ 1,3 milhão na arrecadação. Valores que tendem a piorar, por causa da desaceleração da economia. “Por mais que haja explicação técnica para a redução de receita, precisamos ficar atento aos índices de gastos com folha, bem como a garantia de compromissos que o município tem para manter em dia”, observa Tio Ligas

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *