Economia

Azul opera também em Congonhas

MAS EM LAGES, NADA DE VOO!

Azul Linhas Aéreas compartilha boas notícias. Depois de uma bem sucedida negociação com outra empresa que tem estrutura no aeroporto mais charmoso de São Paulo, a ponte aérea para o Rio de Janeiro com aeronaves da Azul voltou a operar em Congonhas. A empresa reabre cinco bases de operações e contabilizará 168 voos diários a partir do mês de junho.

PALAVRAS DO GERENTE

“Existe um tráfego de pessoas que precisam do transporte aéreo para se locomover, principalmente de médicos, agentes públicos e outras categorias também. A necessidade de logística é muito necessária neste momento, principalmente porque muitas cidades ainda estão desconectadas pelo modal rodoviário. Adotando os protocolos sanitários e garantindo a segurança de nossos Clientes, estamos ampliando a quantidade de voos e cidades de nossa malha conforme a necessidade”, pontua André Mercadante, gerente geral de planejamento de malha da Azul.

DIANTE DISSO…

Era do poder público e setor produtivo de Lages e Serra Catarinense baterem periodicamente na porta da Azul em busca da reativação, assim meio devereda, da linha aérea que chegava à Curitiba e permitia a interligação com o restante do País e do mundo. Demanda de passageiros nunca foi problema com o voo regional a partir de Lages.

Logo, como a Azul está cheia de planos de expansão, a articulação das autoridades lageanas demonstrando que a Serra Catarinense está cheia de vontade de ter a linha aérea, poderia ajudar. A menos que o pessoal do Paço esteja cheio de coisas para fazer na busca de saídas para Lages, que não dê tempo de pensar nessa saída aérea para a cidade!

Olha os ‘novos mercados’ da Azul a partir do mês que vem. As autoridades lageanas poderiam insistir para a companhia aérea lembrar dos ‘velhos mercados’ como a Serra Catarinense

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *