Economia

Celesc voltará cortar luz de inadimplentes

MEDIDA COMEÇA NA SEMANA QUE VEM EM SC

Salvo duas exceções, a Celesc voltará a cortar a luz de consumidores inadimplentes. É que uma nova diretriz da Aneel deu fim ao previsto na resolução de março que orientava a não interrupção no fornecimento de energia elétrica. Desde 1.º de agosto o corte ao inadimplente é possível. Mas como é preciso avisar na fatura, a Celesc irá iniciar os procedimentos na terceira semana de agosto. O corte ocorre 15 dias após o alerta.

DUAS EXCEÇÕES

O corte por falta de pagamento pode ocorrer inclusive em empresas que prestem serviços de atividades consideradas essenciais. Há duas exceções: Primeiramente aqueles de baixa renda – cerca de 36.000 famílias no Estado. E a segunda é de residências onde more pessoa que dependa de equipamentos elétricos essenciais à preservação da vida (são 2,3 mil famílias cadastradas na Celesc).

INADIMPLÊNCIA

Pelos dados ‘medidos’ pela Celesc e comparando o primeiro semestre do ano passado e de 2020, houve um aumento de 33% na inadimplência nos municípios atendidos pela empresa. Chama a atenção que foram as indústrias 80% de inadimplência e o comércio que registra 66% de inadimplência que elevaram a média para 33%.

PODE PARCELAR?

Depende do valor e do perfil do consumidor. Para parcelar em 12 vezes o cliente deve ter dívida entre R$ 450,00 e R$ 10.000,00. Esse prazo é para clientes residenciais, rurais e para aqueles com fornecimento de energia em tensão inferior a 2,3 kV.

O mês de julho foi o que exigiu mais dos técnicos da Celesc nos últimos tempos com o reparo de rede em todas as regiões do Estado devido ao ciclone bomba registrado em 30 de junho

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *