Economia

Cervejas catarinenses premiadas em Londres

Capital inglesa realiza anualmente o World Beer Awards (WBA). Trata-se de um dos principais concursos cervejeiros do mundo. Não, nem Lages e nem a Serra Catarinense têm marcas entre as escolhidas nesta edição 2019. Princesa da Serra, Guedbeer, Eiswasser, Boava e outras encorpadas ou de leveza representativa ainda não navegam em mares ingleses.

MAS…

Santa Catarina fez bonito com oito cervejarias premiadas com 26 medalhas, sendo 11 de ouro. A Lohn Bier que fica ali às margens da SC-390 no caminho entre Lauro Müller e Orleans abocanhou 11 medalhas. A blumenauense Eisenbahn conquistou quatro medalhas e a Sunset Brew que tem produção em Tijucas também apresentou premiação de quatro de seus rótulos.

SUNSET BREW

Permitam-me fazer referências à Sunset Brew, cujo chopp embalou o final de semana do dia dos pais, trazido pelo mestre cervejeiro Rudy Fávero, que atua na cervejaria de Tijucas. A Sunset Brew emplacou com duas medalhas de ouro, uma prata e um bronze, a constar:

– Aggro Bear (medalha de ouro/IPA american style)

– Madame Tatá (medalha de ouro/belgian style ale)

– Mystic Panther (medalha de prata/flavoured stout)

– Imperial Black Rhino (bronze/flavoured stout)

Rudy Fávero (direita) nesse registro julgando as variáveis de rótulos produzidos no México. Ele é um dos especialistas que atua para tornar os rótulos da Made In Tijucas, a elogiável Sunset Brew, uma das excelentes cervejas nessa Santa Catarina que tem surpreendido com a produção da referida bebida

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *