Economia

Gafanhotos ‘desistem’ de Santa Catarina

NUVEM SEGUE SENDO MONITORADA

Semana passada chegou a causar angústia e decreto de emergência fitossanitária por causa da ameaça da nuvem de gafanhotos que se aproximava perigosamente do território brasileiro, com entrada pelo Rio Grande do Sul e hipótese real de chegar a Santa Catarina. Tanto que reunião às pessoas foi realizada em Floripa, Cidasc emitiu alerta e o monitoramento dos insetos se instalou.

SEM RISCO, A PRINCÍPIO

Pelos dados do começo desta semana os gafanhotos representam ameaça remota à agricultura catarinense. A nuvem segue sendo monitorada, mas por causa da friagem e da chuva reinante nesta semana, os insetos viram isso como uma espécie de barreira e mantiveram o deslocamento pelo território argentino.

Esse mapa foi divulgado pelo governo catarinense com a localização dos insetos e a seguinte informação: “A nuvem se encontra entre as cidades de Sauce e Esquina, na Província de Corrientes. De acordo com o grupo de trabalho formado por diversas agências, a previsão é que a nuvem continue se deslocando para Oeste em direção a Província de Santa Fé, também na Argentina”.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *