Economia

Lages: Onde investem os fortes

Bastou o falastrão Luciano Hang vir a Lages anunciar a segunda unidade da havan dizendo que ama a cidade, somando-se a isso a informação de que o Fort Atacadista instalará unidade por aqui, para um ou outro discursar tolices. Cita-se que já que os lageanos não investem e nem acreditam na cidade, aqueles de fora estão fazendo. Esse discurso tolo é desprovido de interpretação da realidade econômica local.

UM PRESENTE PARA…

Quando Hang diz que dá um presente para Lages trazendo uma segunda unidade da havan, na verdade o presente é para ele que vai faturar mais. Estudo apontou o potencial para o local onde erguerá a loja nas margens da BR-282. O dono da havan acerta ao discursar esbanjando otimismo, mas se alguém citar que ele vem investir em Lages porque os daqui não o fazem está pregando inverdade e até ofendendo!

EXEMPLO NÃO FALTA

Nesta semana o empresário Luciano Zago abriu as portas da ampliação da JZago Center na Duque de Caxias. O que era gigante ficou maior ainda. Se viessem as Casas da Água construir espaço semelhante, haveria discurso de que os de fora estão investindo já que os daqui não o fazem. Mas Zago confirmou que os daqui fazem e acreditam!

Na linha supermercadista, se há espaço para o Stock Center, BIG e Maxxi, agregando-se a eles o futuro Fort, antes o empresário Jackson Martendal investiu e ampliou seu supermercado. O mesmo fizeram os persistentes Marin com aquela loja gigante do Supermercado Alvorada na Presidente Vargas.

E temos apostas dos donos do supermercado Kloppel, Mezzalira e a própria rede Myatã. Considerando ainda que os mercados de bairro investem e faturam. Do Geremias no Guarujá ao Todo Dia no bairro Mariza estamos cheios de excelentes exemplos. Tudo evidenciando que grandes e pequenos investem e acreditam em Lages.

PRÉDIOS, LOTEAMENTOS, CASAS

Vem um grupo de fora anunciando empreendimento imobiliário como se fosse uma coisa inédita. Mas tem a Construtora Terra construindo até mais de um prédio ao mesmo tempo. Empresário Marcos Sens, além de pneus e veículos, também constrói sem parar, inclusive levantando uma formosura de edificação ali logo abaixo do antigo Carvalho. Marcelo Fernandes e parceiros estão com condomínio em andamento na Rua Frei Rogério que é dos mais belos. E como eles, há inúmeros outros exemplos de investimentos locais na construção civil. Daí dizer que os de fora vêm investir porque os daqui não se interessam é besteira. Os de fora estão vindo porque estão vendo o sucesso daqueles daqui.

SAÚDE É REFERÊNCIA

Em setores como a saúde não é diferente.

Lages é referência na prestação de serviços porque há investimento e crença dos profissionais e empreendedores de áreas como a saúde. Observe o exemplo da Diagmed. Essa clínica de diagnósticos por imagens somente num aparelho de ressonância investiu mais de R$ 5 milhões. E gasta mais uma fortuna na manutenção da estrutura todo mês. Como a Diagmed, várias outras empresas e clínicas de gente que atua em Lages há tempos seguem investindo.

MAIS EXEMPLOS NA SAÚDE

Vejam a excelência dos Gargioni, a dedicação da equipe da Clinitraumas, o profissionalismo do Guzatti, do João Rosado, os Zago, médicos das antigas e os mais recentes, todos se especializando, investindo e atendendo.Na área odontológica ‘choveu’ de clínicas de implante dentário neste ano. Mas o Waldir Berger e inúmeros outros profissionais daqui já atuam na área há mais de uma década. Esse gigantismo do Moha, inclusive na área de ensino, teve como ideia embrionária a cidade de Lages. E agora ninguém segura o bom libanês do foco e empreendimentos mundo afora.

CITE-SE TAMBÉM

Estruturas privadas como a clínica Ana Carolina, Hospital do Belmiro, laboratórios modernos e equipados. Perguntem quanto o Caio investiu para deixar a estrutura do Laboratório BHC sendo a referência que é. Sim, ele é daqui. Ele acredita na cidade, assim como uma legião enorme de outros profissionais!

POLO DE ENSINO E ETC

Além de uma rede pública de qualidade, do Colégio Industrial ao Colégio Militar, passando por inúmeras outras estruturas municipais e estaduais, houve expansão na criação de opções de ensino privado. Não é só o Bom Jesus e o Santa Rosa. O empresário Giovani Broering não ficou esperando que as universidades de fora viessem investir. Ele focou e hoje é de lageano a estrutura gigante da Unifacvest, algo privado, diferente de outras instituições de ensino superior (Uniplac e Udesc) que têm aporte público.

TINO EMPREENDEDOR EM VÁRIAS ÁREAS

Dos centros de formação de condutores a cemitérios. De motéis a igrejas. Padarias e farmácias, não falta exemplo de crença no potencial do mercado lageano. Por exemplo, é de lageanos a segunda maior rede de televisão em audiência no Estado (SBT). E a Ekomposit que é totalmente de lageanos coloca no mercado produtos à base de madeira que agrega valor a esse mar de florestas que existe na Serra. A Berneck sabe desse potencial e vem para Lages. Temos uma filial da Ambev que gera empregos, impostos e uma cerveja de excelência. Tem Minusa de gente lageana. A Havita e dê-lhe bons exemplos!

MAIS E MAIS EXEMPLOS

Vejam a aposta feita para trazer ao mundo o Lages Garden Shopping. Veio grupo de fora se somar ao desafio, mas tudo surgiu a partir da aposta de gente daqui. A GTS é outra gigante em seu segmento, com serranos acreditando. Não é diferente com a JSouza Equipamentos Florestais ou a ND do Valmir Tortelli que se tornou gigante na área de software. A Credicomin também se soma à crença lageana na economia local. E assim por diante. Da Lafi à Honolulu, A Favorita, a Baggio das roupas bonitas, os bons restaurantes, as concessionárias de veículos que mantêm metas de venda. Uma rede hoteleira com gente daqui acreditando como o Doutor Zago no Ibis e o Catoni com hotéis e motel. Perguntem se eles esperaram ‘os de fora’ para investir.

ENFIM

Teríamos exemplos de toda ordem, evidenciando esse tino empreendedor do lageano. Do carrinho de lanche à mais gigante das empresas. Lages empreende. O empresário daqui acredita. O mercado consumidor daqui e de fora respondem à altura. Logo, é preciso não aceitar como verdade absoluta que somente quem é de fora investe e/ou acredita aqui. Quem é daqui investe, aposta, acredita, empreende e tem retorno. Porque Lages antes, agora e no futuro, vale a pena. É a cidade onde investem os fortes!

Essa cidade assim, esparramada e mais gigante que muita gente prega, é cheia de excelentes exemplos de empreendedorismo. Aqueles investidores ‘de fora’ que se somem aos que já acreditam. Mas não procede o discurso fácil de que é preciso vir gente de fora investir aqui pelo fato dos lageanos não o fazerem!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *