Economia

Produção: Um ‘Corn Belt’ na Coxilha Rica?

Podemos estar testemunhando o surgimento da versão catarinense de Corn Belt*. Trata-se da imensidão de plantação de milho nos descampados da Coxilha Rica. É sabido que Santa Catarina não tem autossuficiência na produção de milho, devido à grande demanda de consumo para produção de aves e suínos. Daí que tudo aquilo que sair da lavoura tem mercado garantido.

E NESSE SENTIDO

Fazendas como Cascata, Negreiro e Santo Antônio, todas situadas na Coxilha Rica, apresentam um verdadeiro espetáculo de produtividade e qualidade nas vastas lavouras de milho.

QUE TAL DE DRONE?

Há até um desafio para que aqueles que atuam captando imagens com drone aqui na Serra Catarinense deem uma espiada pelo alto das imensidões nas lavouras nesses lados da Coxilha. Por terra compartilhamos alguns registros:

Até onde a vista alcança tem milho esparramado pelas terras da Coxilha Rica

Aqui mais um vistaço mesclando a plantação de milho em longa escala em primeiro plano e, lá ao fundo, a soja…

Tudo produzido com muita tecnologia e crença de que, em se plantando, como aprendemos na escola, tudo dá. Mas carece de investimento, é claro. E isso também tem sido feito!

*CORN O QUÊ?

Corn Belt é um cinturão de grãos, na região americana onde o governo estipulou como ideal para essa cultura. Esse critério sugerido pelo governo para esse cinturão de grãos considerou mercado consumidor e clima.

Compartilhe

1 comentário para: “Produção: Um ‘Corn Belt’ na Coxilha Rica?”

  1. Ver a plantação assim tão bonita é de encher os olhos. Mais oque a maioria não sabe é da dificuldade para produzir na coxilha rica, clima diferente, foco de doenças como mofo branco, e estradas péssimas sem nenhuma manutenção por parte do setor público responsável oque eleva a um custo alto para o produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *