Economia

SC registra aumento na arrecadação

INCREMENTO OCORRE APÓS 4 MESES DE QUEDA

Sindifisco – que representa fiscais que atuam na Secretaria da Fazenda do Estado – apresenta dados sobre o aumento da arrecadação em Santa Catarina no mês de julho, depois de quatro meses (março a junho) de queda. Houve um incremento de 8% na arrecadação se considerados os R$ 2,36 bilhões que entraram nos cofres em julho, comparado ao mesmo período do ano passado.

SETORES QUE BOMBARAM

Aponta a informação do Sindifisco que as redes de varejo com 70,4% de aumento nas vendas e lojas de materiais de construção com 50,4% foram os principais setores responsáveis pelo incremento dos 8% na média. Se o varejo vendeu mais porque o consumidor ficou recolhido de março a junho, o motivo do incremento na linha de materiais de construção difere daquilo que aponta o Sindifisco.

CICLONE IMPULSIONA

De acordo com Carlos Eduardo Abdom, coordenador do Grupo Especialista Setorial responsável pelo monitoramento fiscal do segmento de material de construção, houve uma corrida às lojas do ramo em função do início ou retomada de obras residenciais e corporativas.

Abdom ignora que a corrida às lojas de materiais de construção em julho ocorreu, em grande parte, por causa do ciclone que atingiu o Estado no dia 30 de junho. O fenômeno foi considerado mais devastador que o próprio Ciclone Catarina de 2004. E a procura por material de construção para reconstruções diversas foi intensa, impulsionando esse setor.

CONTRASTE NOS SETORES

Pelos dados do Sindifisco, o mercado de automóveis apresentam uma queda brusca se comparado a julho do ano passado. Houve uma retração de 33,5% nas vendas. Mas se comparar julho de 2019 e de 2020 houve arrecadação maior em setores como transportes (18,2%), Supermercados (12,9%), Combustíveis (12,7%), Agroindústria (11,2%), Medicamentos (10,6%), Bebidas (10,2%) e Têxtil (7,6%).

Com dados da Assessoria de Comunicação do Sindifisco/SC

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *