Economia

Serra é onde interior de SC mais cresce

Facisc agrega todas as associações empresariais de Santa Catarina e lançou um apanhado de dados que indica o crescimento (ou não) econômico de cada região do Estado. Índice de Performance Econômica das Regiões (Iper) foi criado a partir de indicadores relevantes que possuem relação direta com a movimentação econômica das regiões do Estado.

O QUE É CONSIDERADO?

Movimentação bancária, consumo de energia, movimentação do comércio exterior, movimentação do emprego, e movimentação da frota de veículos. “O índice é resultado de cinco grupos de informações e 13 variáveis de dados”, esclarece o economista da Facisc, Leonardo Alonso Rodrigues.

Facisc apresenta os dados do crescimento das regiões catarinenses em 2018

PIB TRIMESTRALMENTE

Um dos principais motivos para a Facisc ter criado o Índice é que o principal indicador que mensura a atividade econômica, o PIB, é divulgado com uma defasagem de pelo menos dois anos. “Há uma lacuna temporal desta informação tão relevante para a economia. Com o Iper estaremos contribuindo com uma ferramenta que busca estimar o movimento econômico das regiões do estado trimestralmente”, destaca Jonny Zulauf, presidente da Facisc.

OS DADOS DE 2018

Vale do Itajaí………………..+11,86%

Norte de SC………………….+8,75%

Grande Fpolis…………………+2,46%

Serra Catarinense…………..+1,82%

Meio Oeste…………………..+1,50%

Extremo Sul………………….+1,42%

Noroeste………………………+1,23%

Sul de SC…………………….+0,94%

Extremo Oeste……………….+0,28%

Alto Vale……………………….-0,75%

Planalto Norte…………………-0,40%

Oeste…………………………..-0,13%

Fonte: Facisc/IPER

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *