Economia

Shell ou Ipiranga embandeira rede lageana?

Setor de revenda de combustíveis tem seus altos e baixos em Lages. Para atender uma frota de 109.000 veículos emplacados na paróquia e outro tanto desses se considerada a frota flutuante que frequenta a cidade ou apenas passa pelas rodovias que cortam estes pagos, há postos muito bem. E outros nem tanto. Há até casos de alguns de portas fechadas e outros quase fechando. Não saberia explicar o descompasso. Mas também há briga para não perder espaço no mercado. Prova disso é o interesse da bandeira Ipiranga em embandeirar os postos da Rede Guarujá que atualmente fornecem combustível Shell.

O QUE ESTÁ EM JOGO?

Naturalmente que o principal interesse das companhias é não perder espaço para concorrentes, focando principalmente naqueles postos de maior litragem/mês. E na hora da negociação é que o dono do posto ou da rede busca costurar boa parceria. Rede Ipiranga tem apelo forte com cartão de fidelização, lojas de conveniência e marketing agressivo. A Shell também tem seus atributos e, nesse meio, o empresário Airton Sírtoli vai ter que se decidir entre as duas bandeiras. Com qual companhia Sírtoli vai operar as cinco unidades de sua propriedade? Vamos aguardar e depois perguntar lá no Posto Ipiranga…

Gestores da Shell de diferentes níveis de comando na prosa com Airton Sírtoli para manter os postos embandeirados com a marca da companha. Mas a Ipiranga também está interessada na rede de Postos Guarujá 

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *