Evento

Colombo: “Mudanças devem ser profundas”

Talvez pela tonteira da operação que colocou a Assembleia Legislativa no noticiário policial, a área de comunicação não exteriorizou o ato de reconhecimento ao ex-governador Raimundo Colombo feito pela Acaert. Foi durante uma sessão especial desta quinta-feira, 30. Marcelo Petrelli, que preside a entidade e dirige os veículos do Grupo RIC disse que o gesto reconhece e agradece a parceria do homem público chamado Raimundo Colombo.

DISSE PETRELLI

“A radiodifusão catarinense reconhece e homenageia Raimundo Colombo por sua valorosa contribuição a frente do governo de Santa Catarina em prol do desenvolvimento socioeconômico do nosso Estado e, especialmente, em relação ao prestígio dispensado ao segmento da comunicação”.

COLOMBO AGRADECE

“O maior patrimônio que você tem no final do governo são os seus amigos e o carinho que eles dedicam a você. Esse é o saldo de tudo. A atitude de vocês é de uma importância que vou guardar no fundo do coração”.

PARLANDO NA ALESC

Durante os atos da Acaert, Colombo fez uma palestra no contexto atual da realidade do País. Ele foi categórico: “O Brasil não quer continuar como está e, por isso, a própria eleição foi uma reviravolta completa. As mudanças devem ser profundas. Não adianta só trocar pessoas e tampouco siglas partidárias”.

Colombo e a placa de homenagem feita pela Acaert. No registro o empresário Carlos Amaral e o presidente da Acaert, Marcelo Correa Petrelli

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *