Evento

Festa do Pinhão: Edital já está pronto

Superintendente da Fundação Cultural, Gilberto Ronconi, pede a palavra e esclarece a respeito da questão do edital que definirá a empresa responsável pela realização da próxima (e talvez das próximas) Festa do Pinhão:

“O edital de licitação para a realização das próximas cinco edições da Festa Nacional do Pinhão, está pronto, e no momento, com a Procuradoria Geral do Município para análise jurídica. A pedido do vereador Lucas Neves, deixamos para lançar, após a realização da última edição do evento, para que pudéssemos ouvir sugestões para a confecção de um novo edital”.

SEGUE GIBA

“Juntamente com nosso prefeito, vice e demais secretários, ouvimos a sociedade civil organizada: Acil, CDL, Observatório Social, União das Associações de Moradores, Fórum das Entidades, Sindicato Rural, entre outros, para que chegássemos a um modelo que fosse o melhor para Lages e para os lageanos. Essas entidade contribuíram com ideias para o crescimento do Evento. Inclusive foi realizada também uma audiência pública na Câmara de Vereadores para ouvir os anseios da população”

E AGORA?

“Nas próximas duas semanas estará sendo publicado esse edital para as empresas interessadas. Mas vale ressaltar, que estamos fazendo isso com o maior cuidado possível, para que tenhamos a segurança de mantermos nossa maior festa sempre com qualidade e privilegiando sempre os Lageanos. Temos a certeza que a nossa Festa é referência quando se fala de atrações, gastronomia e como atrativo turístico e mantê-la com credibilidade e eficiência é nosso compromisso”.

Giba Ronconi aqui com Polese e Ceron compartilhando as informações sobre o novo edital para realização da Festa do Pinhão

DESDE JÁ QUE FIQUE BEM CLARO

Quando da audiência pública na Câmara de Vereadores, que causou aquele mal estar por causa das insinuações do vereador Jair Júnior, inclusive de que as empresas Gaby e/ou GDO venceriam a futura licitação, esclareça-se que o edital estará aberto a toda e qualquer empresa. Claro que não será um aventureiro, sem conhecimento da área e nem estrutura para tocar um evento grandioso que irá vencer uma licitação dessas.

E MAIS

A gente, naturalmente, desconhece o futuro edital, porém, ele deve ser amarrado ao ponto de dar essa segurança, ao encaminhar para que somente empresa em condições de tocar um evento que requer investimento na ordem de R$ 10 milhões seja a vencedora, embora aberto a todos a participação do certame. Até porque está em jogo a manutenção da qualidade e de tudo aquilo que envolve nosso maior evento.

AINDA

Se aparecerá outras empresas do porte da Gaby Produções e/ou da GDO, essas disputarão em condições de igualdade a licitação. Pensar que uma empresa de fundo de quintal virá concorrer e vencerá o certame, é quase improvável. Porque se não tiver experiência e recursos para aportar (em cachês e estrutura) antes de faturar, seria uma temeridade entregar um evento para algum aventureiro.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *