Evento

Festa do Pinhão: Jair Júnior perde aposta

– Quer apostar que essa licitação terá como vencedora a Gaby? É um jogo de cartas marcadas!

Não sei se alguém aceitou apostar com o vereador Jair Júnior (Podemos). Mas o desafio ele fez quando reverberou em sua rede social a informação da abertura da licitação para contratar a empresa que iria tocar o evento neste ano.

GABY SE RECOLHE

Mesmo podendo apresentar documento de uma pendência que lhe comprovaria capacidade técnica (algo simples e inconteste que possua), a Gaby Produtora optou por não protocolar tal papel e, com isso, ficou fora do passo seguinte da licitação que é a abertura dos envelopes de propostas.

ODY VERSUS JAIR

Nem quando o Gaeco bateu à sua porta numa investigação que depois restou esclarecida, o empresário Beto Ody ficou tão chateado como no episódio do bate boca com o vereador Jair Júnior na Câmara. Na época, se não o contessem, pretendia dar uns tabefes no vereador. Sentiu-se ofendido, atacado. E segundo ele na época, sem qualquer justificativa ou fundamento da postura do vereador.

É QUE…

Entendia que o ataque, na visão dele, ocorrido quando da audiência pública que debateu o evento, não tinha fundamento porque apostava no evento, arriscava investindo valores sem garantia de retorno. E, ao invés de um reconhecimento a esse esforço, que ajudava a construir nosso maior evento, veio a postura de crítica, questionamento e ataque. “Muito desanimador”, apontava o empresário.

E MAIS

Beto Ody tinha esse comportamento com certa razão porque nenhuma empresa conseguirá fazer evento semelhante à linha daquilo que a Gaby apresentava na Festa do Pinhão. Três, quatro shows nacionais numa noite, atrações de cachês elevados em dias de pouco fluxo de público, nenhuma empresa ousaria isso.

ASSIM

O vereador Jair Júnior perdeu a aposta. Porque a Gaby não ganhou a licitação. Mas Lages perde a chance de manter o mesmo ‘patamar’ de qualidade de atrações que vinha mantendo até então a Festa do Pinhão.

Beto Ody, o cara por trás da Gaby Produtora, que desanimou com ataques, mesmo quando fazia apostas ousadas para tornar possível atrações que elevaram o patamar da Festa do Pinhão

MAS E A OUTRA EMPRESA?

Carece de aguardar o desdobramento porque não nos cabe antecipar algo que depende de análise técnica. Porém, informação prévia indica que a empresa Impacto Vento Norte, que ficou sozinha na disputa, poderá não atender os requisitos suficientes do edital que dariam a segurança para realizar a Festa do Pinhão. Daí a licitação restaria deserta, sem vencedora. Semana que vem sai esse resultado.

POR FIM

Em respeito à empresa que está no certame, aguarde-se o resultado do julgamento do recurso para, depois disso, ventilar o significado de uma eventual licitação deserta.

PERGUNTA

A Festa do Pinhão poderá não acontecer?

A gente responde: Aos moldes daquilo que era feito em anos anteriores não acontecerá de certeza!

EM TEMPO

Se o vereador Jair Júnior desejar fazer algum contraponto, à vontade!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *