Evento

Festa: Multidão reforça que este é o modelo

“Nunca ouvi tanta besteira numa audiência pública. Os tempos hoje são outros. É possível agregar uma inovação ou outra, assim como resgatar ideias que deram certo. Mas a linha é essa e quem discursa diferente, mais que ser contra, demonstra desconhecimento sobre o evento e o significado dele para a cidade”.

Ouvi mais ou menos essa linha de pensamento de Flávio Agustini, quando da abertura da Festa do Pinhão. Conversamos sobre o modelo e as marteladas, mais por tentativa de chamar atenção que por conhecimento, na audiência pública realizada na Câmara. Aliás, audiência que poderia ter contribuído para o evento, caso não tivesse optado por combater aquilo que está sendo feito.

RESPOSTA EM FORMA DE GRANDIOSIDADE

Se organizadores como Lauri da GDO não esconderam o chateamento com o que ouviram na Câmara – por pouco não indo nas zoreias do vereador Jair Júnior – a opção mais civilizada foi reforçar a divulgação e o resultado se viu na primeira noite de bilheteria no Conta Dinheiro. O povo se esparramou pelo parque, concentrando-se principalmente na frente do palco nacional, cuja aglomeração reforçou o sentido de grandiosidade do evento.

Ideia de público conferindo os shows da noite de sábado no Conta Dinheiro em foto oficial do evento

Cena que demonstra a adesão de um público predominantemente de Lages e da Serra Catarinense na primeira noite de bilheteria do evento

Chegar até esse momento do evento parte de um planejamento que começa com um ano de antecedência, algo que o poder público jamais teria condições de executar por causa desses ‘novos tempos’ como apontou Flavinho ao analisar a Festa do Pinhão dos tempos de agora

Essa multidão na frente do palco nacional deve se repetir neste domingo e especialmente em noites de atrações que mobilizam mais público, como a quarta-feira, véspera de Corpus Cristi, a sexta e o sábado, cujos artistas que sobem ao palco têm um apelo maior de público.

Imagens: Organização Festa do Pinhão/Divulgação

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *