Evento

Pelos 15 anos da peleia de Adriano Posai

Quem não valoriza os seus, que não seja lembrado por Deus!

Pardon pelo radicalismo da frase, mas carece de reverenciar a iniciativa de reconhecimento àqueles que transformam em arte a criatividade, a partir das lidas cotidianas. Lages e a Serra Catarinense têm um elenco enorme de artistas que fazem música, teatro e exercitam outras expressões culturais. Pessoas que, às vezes, ganham reconhecimento lá fora e convivem com a indiferença nestes recantos.

É MUITA GENTE, MINHA GENTE

E não faltam exemplos de gente talentosa que merece o reconhecimento. De grupos como Os Filhos do Rio Grande, Quarteto Coração de Potro e assim por diante, a cantores e cantoras que em carreira solo mostram talento naquilo que fazem. De um Éder Goulart a um Jones Andrei Vieira, passando pelos queras que só são lembrados (mas ainda bem que são lembrados) nos tempos de Sapecada, enfim. Gente da gente que se mistura à multidão de anônimos na paróquia.

DAÍ QUE…

A gente fica bem faceiro de ver Adriano Posai recebendo um diploma de honra ao mérito na Câmara. Iniciativa de Bruno Hartmann saúda os 15 anos de peleia no nativismo de Posai cujas palavras resumem aquilo que a gente propaga aqui:

 “Um povo sem cultura é um povo sem identidade. […] Enquanto o criador maior me permitir eu vou sempre cantar à minha gente, no meu chão, de onde nasci. Muito obrigado”.

Naquela humildade típica de quem toca a vida sem precisar se auto-exaltar, Adriano Posai atribui a persistência na caminhada a essa família que o rodeia. Bela homenagem, Hartmann!

QUEM É O VIVENTE?

Fundador do grupo nativista Pátria Sulina, Adriano Posai possui cinco discos gravados: “Com a Força Livre do Sul”, “Campanha” e “Por Isso Canto, Senhores”, com o referido grupo; o álbum “Santo de Casa”, em parceria com a compositora lageana Vera Martins; e o solo “Livre”. O álbum “Campanha” foi indicado ao prêmio de “Melhor Álbum Regional” no Grammy da Música Latina no ano de 2008.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *