Evento

Pinhão: Vai começar a festa sem imprevistos

Salvo algum perrengue (batamos na madeira!) de última hora, estamos prestes a vivenciar uma Festa do Pinhão dentro do planejado. É que as duas últimas foram marcadas pelo suspense e até angústia diante de fatos imprevistos.

DILÚVIO… 

No ano de 2017 foi a chuva da virada de maio para junho que molhou os planos de um bom evento. Tanto que parou de chover na metade da semana do início da Festa do Pinhão e durante o evento havia áreas com alagamentos em municípios da Serra. Houve até abençoado sugerindo a não realização. Aliás ‘sugestão’ que se repetiu ano passado.

…E GREVE

Em 2018 foi a greve dos caminhoneiros que levou instabilidade à organização do evento. Com pouco combustível no mercado houve quem repensasse a visita ao Conta Dinheiro por causa da situação, repercutindo em público e bilheteria.

DENTRO DO SCRIPT 

Neste ano a previsão do tempo é de encher os olhos. Por enquanto, até onde dá para ver a tendência da meteorologia, não chove em quantidade que incomode os organizadores até o feriado de Corpus Cristi – quinta, dia 20.

E MAIS

Houve ações de venda de ingressos antecipados, artistas confirmados e basta encaixar aqueles preparativos finais para, finalmente, acontecer uma edição sem imprevistos e atropelos (fora aqueles que são normais em qualquer evento desse porte).

Não sei você internauta, mas além da véspera do feriado com Alok, Jerry Smith e ainda Jorge & Matheus, o sábado com as atrações do banner acima se constituem excelente opção para uma noitada no parque.

AINDA

O outro sábado (22) com Capital Inicial e Skank, além de Armandinho também são bem atrativos. Embora toda a programação tenha shows e opções para todos os gostos em espaços para todos os bolsos!

A PROPÓSITO

Recordando esses dois imprevistos de edições passadas (chuvas em 2017 e greve dos caminhoneiros em 2018), caso a Festa do Pinhão fosse tocada pela prefeitura, aportando aquela dinheirama em atrações, divulgação e estrutura no parque, teríamos amargado um déficit até hoje lembrado.

DAÍ…

A importância do modelo privatizado (ou terceirizado, como queira) porque faça chuva, faça greve, o evento acontece. Embora a gente torça que os organizadores também faturem porque, como vivem de eventos, carece que de vez enquanto, dê uma safra boa para dar uma respirada nas finanças!

O palco nacional terá distribuição de espaços assim. Você escolhe onde assistir as suas atrações preferidas!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *