Geral

50 mil lageanos à espera de moradias?

Programa Lages Meu Lar Melhor passa a se tornar efetivo com os primeiros financiamentos populares a juros baixos, na iniciativa coordenada pela Secretaria de Assistência Social e Habitação. Na essência, o programa prevê financiamento em 48 parcelas com valores entre R$ 200,00 e R$ 400,00 mensais. Dessas, a prefeitura banca oito parcelas, equivalente a 16,66% do valor total.

AINDA MAIS

Município isenta o beneficiário da aprovação dos projetos do ISQN, Taxas de Licença de Execução de Obras (TEO), as custas com alinhamento, nivelamento, vistoria e Habite-se. “Discutimos, por várias vezes, formas de diminuir o déficit habitacional em Lages. Uma delas está no caminho para ter ampla adesão. Uma chance de 400 famílias pagarem um preço justo de mercado e ter uma casa para chamar de sua, legalizada, com tudo certinho”, observa o prefeito Ceron.

QUANTIDADE

Programa contempla famílias residentes em áreas de risco ou insalubres, desabrigadas ou comprovadamente necessitadas de casa própria conforme define a Lei 4.261/18.

A prefeitura planeja a construção de 400 casas de madeira de 30 e 42 metros quadrados em lotes com escritura pública, concessão de uso, doação ou termo expedido por órgão municipal competente garantindo que se encontram em áreas com previsão de regularização fundiária.

SOBRE O FINANCIAMENTO

Valor total financiado pelo Banco da Família é de R$ 5.247.428, sendo que o valor máximo da unidade habitacional financiada é de R$ 13.118,57. Os interessados devem procurar a Diretoria de Habitação. Entre os critérios está a exigência de que poderão se beneficiar famílias com o perfil socioeconômico em que a renda total do grupo familiar não ultrapasse R$ 2.600 e a família precisa comprovar a capacidade de pagamento do financiamento.

50.000 PESSOAS

Lages possui 15.500 famílias cadastradas em Lages aguardando o enquadramento em alguns dos programas de moradia existentes, como o Lages Meu Lar Melhor e o Programa Minha Casa Minha Vida. Esse número é extremamente alto. Se considerar uma família formada por no mínimo 3 pessoas, são cerca de 50.000 lageanos – um terço da população – aguardando enquadramento para acessar moradia.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *