Geral

A ferrovia Chapecó a Correia Pinto

PROJETO ESTÁ SENDO ELABORADO. EM UM SEGUNDO MOMENTO O RAMAL FERROVIÁRIO QUE CORTARIA A SERRA, TEM PREVISÃO PARA IR ATÉ NAVEGANTES

A informação sobre a sequência do projeto para a implantação da ferrovia cortando o território catarinense entre o Oeste e litoral veio na plenária regional da Facisc realizada em Lages. Durante os trabalhos dos dirigentes da entidade, ao se abordar a questão do transporte ferroviário, o vice-presidente Oeste da Facisc, Milvo Zancanaro, explicou que há dois projetos sendo elaborados. Um deles prevê um ramal ferroviário entre Correia Pinto e Chapecó. Esse ramal receberia cargas da Ferroeste que tem previsão de vir de Cascavel até Chapecó.

OUTRO RAMAL PARA O LITORAL

E para que o transporte ferroviário não interligue apenas a metade do Estado, Zancanaro explicou aos presentes na plenária da Facisc, que há outros três projetos a serem contratados para implantação de ramais ferroviários em Santa Catarina. Um deles é da interligação entre Correia Pinto e o porto de Navegantes. Na exposição do assunto na Acil, durante a plenária regional da Facisc, Zancanaro destacou a importância desta malha ferroviária para a iniciativa privada e mobilizou os empresários para ajudar na viabilização destes projetos do Estado.

Dirigentes da Facisc expondo o assunto da futura malha ferroviária em SC, inclusive um ramal interligando Chapecó a Navegantes, passando por Correia Pinto na Serra Catarinense. Os trabalhos foram conduzidos pelo vice-presidente regional da Facisc, empresário Antonio Floriani.

Com informações de Sheila Rosa – Acil

Compartilhe

2 thoughts on “A ferrovia Chapecó a Correia Pinto”

  1. Notícia maravilhosa. Não vemos a hora de interligar o norte do Paraná com o litoral de SC, passando por Chapecó e tudo sem depender do poder público. Parabéns aos empresários envolvidos.

    1. Sim, sem depender do poder público. Só que não. O dinheiro para o projeto e público. A reunião com a construtora chinesa foi feita no Palácio do governo de SC e os recursos serão garantidos pelo estado. No mais, creio ser um delírio dos empresários que sonham em comandar seus destinos, mas borram as botas quando se fala em investir 25 milhões para fazer um projeto, quem dirá a implantação de uma ferrovia, hoje avaliada em 6 bilhões. Abraço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *