Geral

Nota não emitida pela Secretaria da Saúde

“Publicações dessa natureza, baseadas em relatos de fontes desconhecidas, não condizem com a verdade”.

A reação acima, em forma de nota, foi do secretário da Saúde de Lages, Claiton Camargo de Souza, por causa das informações relacionadas à estrutura acima. De forma deselegante e desnecessária, o secretário da Saúde ignora a busca de uma informação, feita pela jornalista Olivete Salmória, e deixa transparecer que o conteúdo noticiado é falso, inverdade.

VAMOS POR PARTE

Nem todos baseiam aquilo que publicam em releases oficiais. Acessamos fonte, ouvimos pessoas, até para não prevalecer o efeito manada de todo mundo estar contando a mesma coisa que nem sempre será expressão da mais absoluta verdade. Faz isso a colega Olivete e a gente tenta fazer também, embora respeite imensamente – e até utilize – o conteúdo oficial do Paço distribuído à imprensa.

DAÍ QUE…

Aquilo noticiado pela jornalista é resultado de informações que chegaram até ela. E até a nós também. Profissionais da área da saúde, com as quais dialogamos, informaram sobre a possível desativação do Centro de Triagem. E indagaram se procedia isso não por maldade ou para bater nos gestores da área (cujo trabalho no enfrentamento da crise da Covid-19 sempre mereceu nosso respeito, admiração e aplausos). Fizeram isso porque, desativando a estrutura ali, suas rotinas de trabalho muda. E houve, entre integrantes da equipe, comentários e ponderações a respeito.

ATÉ PORQUE

A gente não vê a hora do Centro de Triagem ser desativado. Será a prova concreta de que a pandemia se afastou, a angústia terminou e o novo normal, sem casos, estabeleceu-se. E em desaparecendo os casos, não permanecerá aquela estrutura funcionando. Logo, que feche logo o Centro de Triagem. Mas sabemos que isso acontecerá só depois que a pandemia estiver ‘dominada’.

ENTÃO

Fazer nota pública taxando informação como falsa é desnecessário. A gente só não noticiou a informação da hipótese da desativação porque as correrias do dia a dia impedem que a gente produza mais conteúdo aqui. A gente respeita imensamente o trabalho dessa equipe gigante da saúde. E nunca nos recolhemos de destacar a excelente gestão do secretário Claiton e a liderança do prefeito Ceron no enfrentamento da crise.

E AINDA

Não custava o secretário Claiton ter respondido a colega Olivete quando ela indagou se procedia a desativação. Ela cumpriu a liturgia da função jornalística. E se houve silêncio na resposta à jornalista isso sim foi falho. E depois ainda apontar que a informação era falsa foi de uma infelicidade sem tamanho.

POR FIM

A Secretaria da Saúde poderia ter aproveitado o episódio para ‘revender’ o bem vendido trabalho de enfrentamento à doença. Bastaria explicar que os gestores ficariam felizes desativando o Centro de Triagem, porque isso seria a resposta concreta de que a pandemia foi administrada e superada. Mas que o momento atual ainda exige a estrutura em funcionamento. E que as decisões são tomadas com responsabilidade e não batendo em profissional de imprensa que está cumprindo sua tarefa. Essa seria a nota oficial que a Secretaria da Saúde deveria ter emitido.

A gente só não se chateia com o secretário Claiton, pela postura infeliz de chamar de inverdades à informação de ‘fontes desconhecidas’ porque ele está com um crédito enorme pelo bom trabalho que desempenha. Mas respeito à imprensa é bom e não tem contraindicação.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *