Geral

Tese: ‘Seguir’ não significa ‘aderir’

CANDIDATO LUCAS NEVES PERCEBEU ISSO NO RESULTADO DAS URNAS

Correligionários de Lucas Neves, pulverizaram nas redes sociais conteúdo sobre o massacre em termos de quantitativo de seguidores que o candidato do PSL possuía nas redes sociais. O resultado das urnas evidencia a realidade de que, seguir um perfil em rede social não significa aderir. Tanto que Lucas obteve adesão de um terço de seus próprios seguidores.

Ceron, o menos seguido, acabou vencendo o duelo. Dos 66 mil seguidores, o equivalente a 1/3 (22 mil) votaram no candidato do PSL

Compartilhe

1 comentário para: “Tese: ‘Seguir’ não significa ‘aderir’”

  1. Mas não foi o que as urnas mostraram. Não adianta ter seguidor e não ter voto. Ainda teve que amargar um 3 lugar. E o Ano que vêm vai ter que sair pedindo emprego em vez de ser para o Daniel será para ele próprio. De tão arrogante amasgou um 3 lugar isso que tinha sido o vereador mais votado. De bom moço só a cara e olhe lá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *