Geral

Advogado lageano na lista para o TJ/SC

Jornalista Altair Magagnin destacou no Notícias do Dia a formação da lista sêxtupla para integrar no Tribunal de Justiça como desembargador. Trata-se da vaga aberta no chamado 5.º constitucional – que cabe aos integrantes da OAB – no ano de 2017. A referida vaga decorre da invalidação da indicação do nome do advogado Alex Santore.

ATUALIZANDO

Para quem não recorda, Santore foi indicado para a vaga, porém não teria cumprido o critério temporal de atuação como advogado, visto que no regramento é preciso pelo menos 10 anos na advocacia para disputar a vaga. Essa nova escolha ocorre depois que o 4.º TRF confirmou a derrubada de liminar que favorecia Santore e abriu o espaço para uma nova escolha. Presidente da OAB catarinense, Rafael Horn, liderou essa definição.

QUEM ESTÁ NA DISPUTA

Daquela lista onde Santore foi o ungido, mantiveram-se quatro nomes: Osmar Nunes Júnior (B. Camboriú), Milton Baccin (Fpolis), Milton Beck (Criciúma) e Ezequiel Pires (também da Capital). Agregaram-se a esses quatro um terceiro nome de Florianópolis, Vinícius Marcelo Borges e o advogado lageano Richard Silva de Lima que havia integrado a lista em outra oportunidade quando o então governador Colombo optou por outro advogado e não pelo conterrâneo.

Advogado Richard Silva de Lima, nesse registro no ambiente do TJ/SC, terá o nome avaliado pelos atuais desembargadores. Depois disso, os integrantes do TJ formam uma lista tríplice que é enviada o governador Carlos Moisés que define o novo desembargador de SC. Quando teve a oportunidade de sacramentar um profissional da área jurídica de Lages como desembargador, Raimundo Colombo optou por referendar Alex Sartore, então apoiado pelo grupo político de Merísio.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *