Geral

Aeroporto Serra Catarinense: Nome foca turismo

BANDEIRA DA AMURES PARA ALTERAR DENOMINAÇÃO DO AEROPORTO DE CORREIA PINTO TEM SUA PERTINÊNCIA

Secretário Executivo da Amures, Walter Manfrói, envia uma série de considerandos na defesa da alteração de nome do aeroporto de Correia Pinto para Aeroporto da Serra Catarinense ao invés de Aeroporto Regional do Planalto Serrano, que é a denominação atual.

ASSIM

Nem precisava Manfrói argumentar conosco porque temos visão nessa linha, acreditando que não deve haver dificuldade para essa alteração. Pense no passageiro procurando voo em Congonhas, Guarulhos, Vira Copos, Galeão, Presidente Juscelino Kubitschek, Confins e assim por diante tendo como referência Aeroporto Regional do Planalto Serrano. Essa denominação pode ser de qualquer aeródromo do País, porque muitos Estados têm o seu ‘planalto serrano’. Agora a denominação Aeroporto da Serra Catarinense é única já dando ao viajante ideia de localização e, como observa o Executivo da Amures, reforçando a referência desta região para fins de turismo, inclusive.

Manfrói e uma defesa que ele faz da nova denominação em nome dos prefeitos da Amures que estão apostando no referenciamento da região para o viés turístico

Na reunião da Amures da sexta-feira, 05, realizada em Urubici, com a prefeita Mariza Costa (de verde) como anfitriã, foi aprovada uma moção endereçada à Secretaria de Estado da Infraestrutura (secretário de Estado Thiago Vieira estava presente e ouviu os argumentos) para a alteração denominativa do Aeroporto

DUAS OBSERVAÇÕES SOBRE

O AEROPORTO DE CORREIA PINTO

Denominação personalíssima – Não existe lei dando nome de pessoa ao Aeroporto Regional de Correia Pinto. Houve articulação para que se chama-se Ricardo Sell Wagner, mas não há lei vigente nesse sentido. Até porque a luta pelo aeroporto funcionando é de um conjunto enorme de pessoas.

Momento é agora – Essa alteração proposta para Aeroporto da Serra Catarinense é oportuna, exatamente no momento que iniciam operações de forma mais constante, como da operação da empresa Azul. Se houver celeridade, os voos a partir de janeiro já podem operar no Aeroporto da Serra Catarinense.

E se você estiver pensando que denominação de um aeroporto é só um detalhe, observe-se que o fomento ao turismo se realiza da soma de detalhes. E esse, como acesso aéreo à Serra Catarinense, é um dos importantes detalhes!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *