Geral

Água, Lixo: Crise de informações do Paço

PREFEITURA AFASTA RISCO NA CAPTAÇÃO DE ÁGUA NO RIO CAVEIRAS. FOI PRECISO O ASSUNTO VAZAR PARA O MUNICÍPIO SE APRESSAR PARA ESTANCAR

Há problema de comunicação ou tem setores da prefeitura de Lages atuam em sigilo na relação com a área de divulgação, tendo essa que correr atrás para explicar os passos no Paço. Exemplo claro foi a desastrosa transição das empresas na coleta de lixo. O assunto sangrou desde a sexta-feira, 16 de julho, mas foi só na segunda-feira, 19, que saíram informações oficiais sobre o que estava acontecendo.

HISTÓRIA SE REPETE COM A ÁGUA

Na metade desta última semana de junho, o colega Jatir Fernandes colocou na página de maior acesso em Lages Notícias no Ato, um vídeo com informações sobre o desmoronamento na área onde fica a estrutura de captação de água no rio Caveiras. Com o conteúdo veio a informação de que, em atingindo uma das bombas que custa R$ 500 mil, haveria risco no abastecimento de água em Lages. Inclusive isso podendo afetar o sistema por longo período.

DAÍ VEM A INFORMAÇÃO OFICIAL

Era noite de sábado, primeiro dia de julho, quando, finalmente, depois do assunto sobre o risco no abastecimento devido ao desmoronamento repercutir, veio a informação oficial. Aliás, informação oficial confirmando que existe o problema, mas que – meno male – já havia ‘reuniões’ para tratar do assunto.

AINDA A INFORMAÇÃO

Comunica-se que ‘devido às chuvas ocorridas na cidades, nos últimos 15 dias, houve um fenômeno natural de desbarrancamento de solo no leito do rio’. De se corrigir tal informação porque não houve chuva intensa nos últimos 15 dias. Tem chovido, mas de maneira intercalada desde a manhã de 09 de junho. A nota diz ainda que a Semasa lamenta circulação de notícias sem fundamento de falta d’água em Lages por qualquer período.

ENTÃO É ASSIM

Se lá na origem do problema (que existe e é grave), a Prefeitura de Lages tivesse exteriorizado a questão, inclusive com as imagens como aquelas abaixo, esclarecendo, informando, orientando, não haveria a interpretação dada à situação.

E MAIS

O problema existe, ele é preocupante e nem cabe aos técnicos especialistas atuarem com prevenção, mas irem além, já com contenção da encosta do rio na altura da captação de água. As próprias imagens evidenciam isso. E tratar o assunto de forma transparente não tem contraindicação.

Com vídeo e a imagem acima, Jatir Fernandes antecipou o assunto, alertando (a partir de fontes) sobre o risco no sistema de captação

Foi então que a Prefeitura de Lages resolveu compartilhar imagens da situação recebendo trabalho de contenção para que o barranco pare de continuar desmoronando

Até porque, se continuar desmoronando, a estrutura construída no sistema de captação fica comprometida, como aponta o registro acima da terra corroendo (ali à esquerda) por baixo da área construída.

OU SEJA

O problema existe, menos mal que está se providenciando contenção. Mas a informação do risco de afetar o abastecimento não é falso. Até porque, os especialistas que municiaram Jatir Fernandes com a informação, sabem do que estão falando.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *